Os números de Felipão pelo Palmeiras na Libertadores

Os números de Felipão pelo Palmeiras na Libertadores

A caminho da sexta disputa da Copa Libertadores da América, Luiz Felipe Scolari coleciona bons números e duas campanhas campeãs, em 1995 pelo Grêmio e em 1999 pelo Palmeiras. Ao todo são cinco participações, dois títulos, um vice-campeonato em 2000 pelo Palmeiras, uma semifinal em 1996 com o Grêmio e uma quarta de final em 2001 com o Cruzeiro. Foram 58 jogos, 32 vitórias, 13 empates e 13 derrotas, somando 62% de aproveitamento.
Pelo Palmeiras, Felipão é o técnico com maior número de jogos na Libertadores e é o único treinador que conquistou o título. Foram duas campanhas de Libertadores, chegando à final nas duas vezes. São 28 jogos, 14 vitórias, 5 empates e 9 derrotas, um título e um vice-campeonato.
A primeira partida do Felipão como visitante comandando o Palmeiras na Libertadores, foi justamente contra o Cerro Porteño, adversário do Palmeiras nessa próxima fase, em 1999. Vitória do Palmeiras por 2x5 de virada, com dois gols do zagueiro Júnior Baiano, que foi o artilheiro do time naquela edição da competição, um do atacante Óseas, um do zagueiro Cleber e um do atacante Evair.
Na quinta-feira (9) Felipão comanda o primeiro jogo dele na Copa Libertadores da América na terceira passagem do treinador no clube, o adversário é o Cerro Porteño, em Assunção. No Paraguai foram 6 jogos, 1 empate e 1 derrota, jogando no estádio Defensores Del Chaco.
O Palmeiras enfrenta o Cerro Porteño amanhã (9), às 21h45, no Estádio General Pablo Rojas, em Assunção, no Paraguai, pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

  • Isabella Soares

    Isabella Soares

    Isabella Soares, 20 anos, aprendiz de Mauro Beting, palmeirense e futura jornalista. Tenho sonhos altos, mas espero a minha vez.