Palmeiras 3x0 Fluminense pela arquibancada

Palmeiras 3x0 Fluminense pela arquibancada

PALMEEEEEIRAS, foi assim que a torcida viu o primeiro ataque. No grito de Palmeiras. Após alguns sustos e tentativas, a bola sobra na área para o Miguel Borja, depois de uma linda jogada do Diogo Barbosa e ele não desperdiça. 1x0 Palmeiras. A torcida extravasa. Enlouquece! Grita o máximo que pode e pula. O gol veio aos 40 minutos do primeiro tempo para coroar um tempo dominado pelo Palmeiras. O bandeirão da torcida desce e enfeita mais ainda a festa que é feita. E até o narrador confunde o tempo do jogo e, ao dizer o acréscimo do primeiro tempo, diz que era do segundo tempo. Mas nós te entendemos, caro narrador, também estamos ansiosos para gritar o que está entalado na nossa garganta. Mas calma que ainda temos um segundo tempo pela frente...
E que segundo tempo... um bate-rebate dentro da área e "uuuuuuuh", mas o time do Palmeiras buscava mais. Buscava tanto que aos 29 minutos do segundo tempo, Borja não domina e perde a chance de ampliar o placar cara a cara com o goleiro. Logo em seguida, aos 30, Dudu cruza lindamente pra Scarpa que cabeceia muito bem, mas o goleiro defende. QUASE! Ao som de "porco oooo, porco oooo" o jogo segue. Entre elogios, aos gritos ovacionando o Dudu, há corneta. Muita. COMO QUE FAZ ISSO? COMO QUE CHUTA ASSIM? COMO PALMEIRAS?
Aos 37 minutos, logo após a torcida cantar o hino, Felipe Melo chuta com toda a sua força, técnica e raça e amplia esse placar. E o chiqueiro estremece!!!!! É festa! É como se San Gennaro agradecesse pelo hino cantado e recompensa com o gol. Aplausos! Aplausos para Lucas Lima, Bruno Henrique. Gritos para o Dudu, o guerreiro.
A torcida canta que é Palmeiras até morrer, eu me arrepio inteira. Não há mais voz. Mas pra cantar que o Palmeiras é a nossa vida, a gente tira voz até de onde não tem. Aos 43 minutos o Luan faz a gente gritar pela alma. Mais um! Ensurdecedor. 3x0 Palmeiras! Ai ai ai ta chegando a hora! 4 minutos de acréscimos e o pequeno Gabriel de 9 anos do meu lado, implora: acaba esse jogo, juizão. Vai acabar, Gabriel. Vai acabar e vamos ganhar! Acabou!
Seremos campeões. Mais uma vez. Agora falta pouco. Pela tabela, são 4. E nos corredores do Allianz Parque o sentimento é um só: esperança. E, claro, amor.

  • Isabella Soares

    Isabella Soares

    Isabella Soares, 20 anos, aprendiz de Mauro Beting, palmeirense e futura jornalista. Tenho sonhos altos, mas espero a minha vez.