Palmeiras admite emprestar Borja, mas cobra por isso e coloca alto valor para compra

Palmeiras admite emprestar Borja, mas cobra por isso e coloca alto valor para compra

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Embora Borja faça parte do elenco do Palmeiras, a diretoria já não o trata como peça inegociável, tendo já estabelecido por quanto aceita liberar o atacante colombiano para outro clube. Os valores acordados entre Palmeiras e staff do atleta chegaram na Turquia.

De acordo com a apuração da reportagem, Borja foi oferecido ao Besiktas, da Turquia, por empréstimo. A equipe pagaria 1.5 milhão de euros para contar com o atleta na temporada 19/20 e, caso julgasse interessante contratar o colombiano em definitivo, depositaria 10 milhões de euros na conta do Palmeiras ao fim do contrato, por meio de cláusula com opção de compra por valor pré-fixado.

O empresário de Miguel Borja enxergou uma oportunidade ao saber que o Lecce estaria interessado em contratar Burak Yilmaz, centroavante turco de 34 anos, que foi o artilheiro do Besiktas na temporada passada. Porém, o jogador optou por permanecer e, dessa forma, o Besiktas não está interessado em contratar outro centroavante.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.