Palmeiras chega a 10 jogos sem perder para o São Paulo e alcança maior série invicta da história contra o rival

Palmeiras chega a 10 jogos sem perder para o São Paulo e alcança maior série invicta da história contra o rival

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Não foi o resultado que a torcida palmeirense que viajou até Araraquara esperava. Porém a inércia do placar não refletiu o que foi a partida. O clássico não saiu do 0 a 0, porém o Verdão criou diversas chances diante do São Paulo, acertando duas bolas na trave e pressionando o rival até o apito final de Raphael Klaus.

Apesar de não conseguir a vitória que agora deixa o clube na terceira posição do grupo B do Paulista, o resultado fez o Verdão alcançar uma marca histórica. Agora já são 10 jogos consecutivos em que o Palmeiras não sabe o que é derrota para o São Paulo, alcançando assim a maior série invicta da história do clube diante do rival do Morumbi.

O fato de não ter sofrido gol também ajudou o alviverde a manter uma sina que já vem desde 2012. O São Paulo simplesmente não consegue balançar as redes do Verdão em jogos do Campeonato Paulista. Os últimos gols sofridos pelo Verdão no Choque-Rei pelo Estadual aconteceram em 2012, em um empate por 3 a 3 em Presidente Prudente.

O domínio alviverde no clássico pelo Paulistão também se dá pelo fato de a última derrota do Palmeiras para o São Paulo ter sido em 2009.

Relembre as 10 partidas de invencibilidade do Palmeiras diante do São Paulo:

27/8/2017 - Palmeiras 4x2 São Paulo (Brasileiro)

8/3/2018 - Palmeiras 2x0 São Paulo (Paulista)

2/6/2018 - Palmeiras 3x1 São Paulo (Brasileiro)

6/10/2018 - São Paulo 0x2 Palmeiras (Brasileiro)

16/3/2019 - São Paulo 0x1 Palmeiras (Paulista)

30/3/2019 - São Paulo 0x0 Palmeiras (Paulista)

7/4/2019 - Palmeiras 0x0 São Paulo (Paulista)

13/7/2019 - São Paulo 1x1 Palmeiras (Brasileiro)

30/10/2019 - Palmeiras 3x0 São Paulo (Brasileiro)

26/10/2020 - Palmeiras 0 x 0 São Paulo (Paulista)

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!