Palmeiras demonstra evolução e perde Dérbi feminino no detalhe na estreia do Brasileirão

Palmeiras demonstra evolução e perde Dérbi feminino no detalhe na estreia do Brasileirão

(Foto: Rebeca Reis/Palmeiras)

As meninas do Verdão estrearam neste domingo, 9, no Brasileirão Feminino da Série A1. E o desafio não foi pequeno. O primeiro jogo do Verdão no ano foi logo um Dérbi histórico diante de seu maior rival.

Nunca os dois clubes haviam disputado uma partida de Brasileirão pelo futebol feminino.

Enfrentando as atuais campeãs paulistas e da Libertadores, o Verdão fez um primeiro tempo bem justo. E com um golaço de Carla Nunes, conseguiu igualar o placar, e por pouco não virou a partida antes do intervalo.

No inicio de segundo tempo, o Palmeiras seguiu melhor e criou duas boas chances de gol, mas em um contra-ataque, Grazi colocou o Corinthians na frente.

O Palmeiras sentiu bastante o gol e sem demonstrar muito poder de reação, ainda sofreu o terceiro gol, marcado por Érika, bem impedida.

Apesar da dura derrota em um Dérbi, fica a esperança de que o time ainda possa evoluir ainda mais em 2020. Com algumas contratações ainda pra chegar, o time de Ricardo Belli deve brigar por títulos nesta temporada.

Foi um bom teste, diante de um time que joga junto há bastante tempo e praticamente domina o futebol feminino nacional nos últimos anos.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!