Palmeiras mescla juventude e experiência com reforços para o time feminino

Palmeiras mescla juventude e experiência com reforços para o time feminino

(Foto: Divulgação/CBF)

POR MATHEUS BOTTURA RAULLI

O Palmeiras começou o ano sem contratações no masculino, mas não se pode dizer o mesmo do time feminino. Nos primeiros dias de 2020, o Verdão foi ao mercado para reforçar o time, atual campeão da Copa Paulista Feminina, e que neste ano irá disputar o Paulistão e o Brasileiro A1, pela primeira vez em sua história.

As primeiras atletas que chegaram para o time comandado por Ricardo Belli foram a meia-atacante Ary Borges, de 20 anos, e a atacante Ottilia, de 22. A dupla foi destaque em 2019 vestindo a camisa do São Paulo, e ajudaram o time a ser campeão do Brasileiro Feminino A2, ao vencer o Cruzeiro da final.

Ary

Com a camisa do São Paulo, Ary marcou quatro gols em 29 novos e ainda foi destaque na campanha do Paulista pelo Tricolor, sendo uma das indicadas à craque da competição. A atleta teve passagens por Sport, Centro Olímpico e Seleção Brasileira Sub-20. Já Ottilia, que atuou por Braga (POR) e Sport, chega ao Palmeiras credenciada com seus dez gols em 25 partidas disputadas em 2019.

Ottilia

O terceiro reforço anunciado pelo Palmeiras foi a veterana e Rosana, de 37 anos, sendo 18 dedicados ao futebol profissional. Na última temporada, ela defendeu as cores da Ferroviária de Araraquara, quando conquistou o Brasileiro Feminino A1 e o vice da Libertadores.

Rosana

Condecorada como lenda do futebol feminino pela FIFA, a lateral, mas que também atua no meio de campo, ainda tem em seu vasto currículo com a Seleção Brasileira, ao lado de Marta, Formiga, Cristiane e companhia, dois ouros em Pan-Americanos (2003 e 2007) e dois ouro Sul-Americanos (2003 e 2010), além de uma prata no Mundial da China em 2007 e duas nas Olimpíadas, de 2004, na Grécia, e 2008, na China.

O quarto reforço é Angelina, capitã da Seleção Brasileira Sub-20, e que até 2019 atuou pelo Santos. Mesmo com a pouca idade, tendo apenas 19, a volante já tem em seu currículo um título brasileiro, um paulista e um Sul-Americano Sub-20 com a camisa Canarinho.

Angelina

Nascida em New Jersey, nos Estados Unidos, a atleta deu seus primeiros passos para o futebol na Escolinha Toque do Futuro, em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Ainda no Rio, Angelina passou pelas categorias de base do Vasco da Gama, onde ficou até 2016.

Com novas atletas no time, além de uma base vencedora que foi mantida, o time feminino do Palmeiras entra em campo no dia 9 de fevereiro, quando fará sua estreia pelo Brasileiro Feminino A1, já de cara, enfrentando o Corinthians, atual vice-campeão.

Tags: