Palmeiras renasce na hora certa e prova que temporada está bem longe de seu final

Palmeiras renasce na hora certa e prova que temporada está bem longe de seu final

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras teve uma atuação do tamanho de sua tradição nesta última terça-feira, 20, na Arena do Grêmio pelo 1° jogo das quartas de final da Copa Libertadores 2019.

Com uma apresentação segura de sua defesa, o time pareceu dar mostras de voltar a ser aquele que entre maio e junho encantou os palmeirenses com tamanha solidez.

Muito dessa segurança passa pelos seus quatro defensores. Gómez, Luan, Diogo Barbosa e Marcos Rocha fizeram uma partida impecável na casa do tricolor gaúcho.

Por outro lado, Gustavo Scarpa e Dudu também crescem no momento crucial do ano e estão mudando o patamar do setor ofensivo alviverde.

A chegada de Luiz Adriano também parece ter dado um ânimo para o time que sofria para encontrar um centroavante de respeito.

A bipolaridade da torcida palestrina parece ter ganho um novo capítulo, e o que era dúvida no início da semana, volta a ser esperança por dias de taças no final do ano.

Vale lembrar que no Brasileirão por mais que o time não vença a seis rodadas, a diferença para o líder Santos caiu para dois pontos.

É bem verdade que o campeonato embolou, mas ainda restando 23 rodadas não há motivo para jogar a toalha. Nessa mesma época do ano passado, Scolari ainda estava chegando, e o final todos sabem.

Passar pelo Grêmio e depois encarar o Flamengo pelo Brasileirão pode enfim colocar o clube novamente nos trilhos.

A evolução nos últimos jogos é nítida. Só faltava o resultado vir. E ele veio. Da forma mais épica possível.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!