Palmeiras empata pela 11ª vez no campeonato e alcança temporada com mais empates na década

Palmeiras empata pela 11ª vez no campeonato e alcança temporada com mais empates na década

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras empatou com o Bahia ontem por 1 a 1 na Fonte Nova e deu adeus oficialmente a briga pelo título brasileiro. Este foi o 11º empate do Palmeiras na competição, se tornando o quarto clube que mais empatou no campeonato. Somente Corinthians, Vasco e Chapecoense empataram mais que o Verdão.

É também verdade que o Palmeiras é o time que menos perdeu no campeonato, ao lado do Flamengo com apenas 3 derrotas. Porém o atual líder e virtual campeão possui apenas 6 empates, o que explica a grande distância entre os dois times na tabela.

Desde que Mano Menezes chegou ao Palmeiras o time empatou cinco vezes, e a grande coincidência, nas cinco vezes por 1 a 1. O que irritou o torcedor foi que em pelo menos 3 desses cinco empates, o time saiu atrás do placar e não teve forças para buscar a virada, algo que já era rotina com Scolari.

Diante de Internacional, Atlethico e Bahia, o Palmeiras buscou o empate ainda com bastante tempo para buscar o gol da virada, mas em todas elas o gol não veio.

No campeonato de pontos corridos empatar tanto é sinônimo de fracasso. Um time que deseja ser campeão não pode empatar tanto. É preciso demonstrar mais coragem, jogar pela vitória, e no caso até sofrer uma derrota do que um mísero empate.

Dos 11 empates, se o time tivesse vencido 5 jogos e perdido 6, hoje estaria com mais pontos na tabela.

Os grandes números de empates do Verdão não aconteceram somente no Brasileirão. Desde 2011 o Palmeiras não empatava tantos jogos em uma temporada. Totalizando 19 empates. Somente em 2011 o clube empatou mais vezes, com 24.

2019 vai marcar a temporada que o clube menos perdeu. Foram apenas 9 derrotas igualarando 2003 como melhor marca do século.

Número de empates por ano na década:

2011: 24
2012: 16
2013: 16
2014: 9
2015: 13
2016: 16
2017: 12
2018: 18
2019: 19

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!