Palmeiras tem vitória da imposição que poucos esperavam e mais um “cala a boca” de Felipão

Palmeiras tem vitória da imposição que poucos esperavam e mais um “cala a boca” de Felipão

Jogou no Mineirão como jogaria dentro do Allianz Parque. Como se vê na imagem retirada do SofaScore, aplicativo de estatísticas, cujas barras verdes se erguem quando o Atlético-MG está atacando e as azuis crescem enquanto o Palmeiras está em uma ação ofesnsiva, a equipe alviverde não se retrancou, não esperou o adversário e não tomou postura unicamente reativa, fato que muitos esperam e entendem erroneamente ser a única forma de jogar da comissão técnica de Felipão.

galo-x-pal

Barras verdes crescem na medida que o Galo ataca e o mesmo acontece com o Palmeiras, porém com as azuis

A saída do Palmeiras no Campeonato Paulista não poderia ter sido melhor aproveitada pela comissão técnica de Felipão. A principal deficiência demonstrada pela equipe durante o Paulistão foi a falta de gols e de finalizações corretas, enquanto a postura reativa utilizada em grande parte dos confrontos disputados também foi alvo de comentários negativos mesmo quando o resultado era positivo (como aconteceu na vitória sobre o Junior Barranquilla, na Colômbia). As atuações após os 15 dias sem jogos deram a entender que os problemas ficaram no passado.

Com exceção do empate por 1 a 1 diante do CSA, quando uma equipe completamente reserva atuou em Maceió, o Palmeiras realizou cinco partidas sem sofrer gols e ainda por cima marcando 12, goleando dois adversários, sendo o Melgar-PER fora de casa e o Fortaleza diante do torcedor palmeirense.

JOGOS DO PALMEIRAS DESDE A PAUSA DE 15 DIAS APÓS ELIMINAÇÃO DO PAULISTÃO E VITÓRIA SOBRE O JUNIOR BARRANQUILLA PELA COPA LIBERTADORES DA AMÉRICA:

Melgar 0 x 4 Palmeiras
Palmeiras 4 x 0 Fortaleza
CSA 1 X 1 Palmeiras
Palmeiras 1 x 0 Internacional
Palmeiras 1 x 0 San Lorenzo
Atlético-MG 0 x 2 Palmeiras

Os tais “cala a boca” da comissão técnica de Felipão não surgiram em entrevistas, brigas com repórteres, comentaristas ou mensagens publicadas em qualquer rede social, pois vieram dos pés dos atletas por meio de resultado, performance e postura dentro de campo. Nesse momento da temporada, não há como se basear apenas em resultadismo para falar do Palmeiras. A equipe já atuou com postura diferente da que era habitual, já marcou gols de dentro da área, de fora da área e em jogadas aéreas, além de estar sendo eficiente nas finalizações. Regularidade pode definir o Palmeiras de hoje, mas longe de ter como único argumento os números finais dos placares.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.