Palmeiras vai para o sétimo técnico diferente em Itaquera e Felipão volta ao estádio depois de cinco anos

Palmeiras vai para o sétimo técnico diferente em Itaquera e Felipão volta ao estádio depois de cinco anos

Foto: Getty Images

O Dérbi de domingo (4) será especial para Luiz Felipe Scolari. O técnico brasileiro com mais títulos no currículo voltará a Itaquera após cinco anos, agora no comando do Palmeiras.

Esta será a primeira vez que Felipão comanda o time na Arena Corinthians. Desde a volta foram dois clássicos, ambos no Allianz Parque, com uma vitória e uma derrota. Felipão esteve em Itaquera na Copa do Mundo de 2014. No comando da Seleção Brasileira, o técnico venceu a Croácia por 3 a 1 na estreia do Mundial, que mais tarde terminaria com o Brasil na quarta colocação.

O retrospecto de Scolari diante do Corinthians em suas três passagens pelo Palmeiras é de 43,3%. Foram 30 jogos, com dez vitórias, nove empates e 11 derrotas. Com ele o time marcou 46 vezes e levou 44 gols no Dérbi.

Desde a estreia do estádio, em 2014, o Verdão esteve em Itaquera em nove oportunidades e foi treinado por seis técnicos diferentes: Ricardo Gareca, Oswaldo de Oliveira (duas vezes), Cuca, Eduardo Baptista, Alberto Valentim e Roger Machado (três vezes).

Neste domingo, o Palmeiras precisa da vitória para não deixar o Santos se distanciar na ponta do Brasileirão.

Derrotar o Corinthians em sua casa não é uma missão das mais fáceis, mas o Palmeiras é o time que mais venceu no local, em três oportunidades, e o rival que mais marcou, com nove tentos.

Inclusive, a última derrota alvinegra em clássicos diante do seu torcedor foi para o Palmeiras, em abril de 2018.

40250016395_6b447c2c78_z

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!

  • Rafael Bullara

    Rafael Bullara

    Formado em jornalismo, foi editor do Lance!, onde ficou por 12 anos. MBA em Gestão e Marketing Esportivo na Trevisan Escola de Negócios