Para conquistar a América será preciso uma dose extra de coragem

Para conquistar a América será preciso uma dose extra de coragem

(Foto:Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

As vitórias servem como afirmação. As derrotas, de aprendizado. Nem tudo é terra arrasada e nem perfeição. Mas, para galgar grandes objetivos é preciso arriscar mais.

Enfrentar um grande adversário,fora de casa, com pouco mais de 30% de posse de bola causa um sufoco desnecessário, exige uma perfeição surreal do ótimo sistema defensivo alviverde e de Weverton, que apesar de viver uma excelente fase não é intransponível.

Não basta ter um dos melhores elencos do Brasil. É preciso colocar isso em prática, saber utilizar as peças que realmente façam a diferença em momentos importantes como esses.

Foi com coragem que Felipão e o Palmeiras deram a volta por cima no Brasileirão de 2018. Foi com muita coragem que o Palmeiras venceu o Atlético-MG, em Minas,e fez uma das melhores atuações na temporada. Com essa mesma coragem, o alviverde goleou o atual vice líder do campeonato e encheu os olhos de todos.

A história do Palmeiras e de Felipão é marcada por momentos de audácia, capazes de vencer uma Copa do Brasil com um time muito limitado, como em 2012. De golear um River Plate na Libertadores de 1999. São muitos momentos épicos e que trazem orgulho a todos os palmeirenses.

O Palmeiras atual ganha muito mais do que perde. Isso é fato. Que nessas poucas, mas decisivas derrotas, não falte muita luta e coragem!