Partiu, Peru? Melgar abre boa vantagem e deve entrar no grupo do Palmeiras na Libertadores

Partiu, Peru? Melgar abre boa vantagem e deve entrar no grupo do Palmeiras na Libertadores

Foto: Divulgação

O Palmeiras está próximo de conhecer o último adversário de sua chave no grupo F da Libertadores 2019. Com a já decidida companhia de San Lorenzo-ARG e Junior-COL, o Verdão aguarda o vencedor entre Melgar-PER e Caracas-VEN.

Nesta terça-feira (20), as duas equipes se enfrentaram em Arequipa, no Peru, e o Melgar abriu uma boa vantagem para o jogo da volta. 2 a 0 para os donos da casa. Agora, os peruanos podem até perder por um gol de diferença na próxima terça (26), na Venezuela, que estarão na chave do Palmeiras.

Conversamos com o Joza Navalis, especialista em futebol sul-americano e jornalista do site Futebol Portenho, para analisar qual seria o melhor adversário para o Verdão, contando já com o desgaste da viagem, questão da altitude, além da qualidade técnica da equipe.

Arequipa é muito mais perto de São Paulo do que Caracas. Apesar disso, não será uma viagem simples. O Palmeiras teria que desembarcar em Lima e andar mais mil quilômetros para chegar no local do jogo. A cidade peruana fica a 2300 metros acima do mar. Não é um número considerado muito alto, mas por ficar localizada no deserto, Arequipa tem uma alta temperatura no final da tarde. Dependendo do horário da partida, o forte calor poderia atrapalhar o Palmeiras.

Já no caso do Caracas se classificar, o Verdão teria que fazer uma viagem de mais de 6 mil quilômetros. A situação política e econômica da Venezuela também traria alguns obstáculos para o Palmeiras chegar até o país, mas já alocado na cidade, a delegação do Palmeiras não deve sofrer nenhum tipo de problema. No quesito altitude, a capital venezuelana possui somente 900 metros acima do nível do mar.

Tecnicamente, as duas equipes são muito parecidas, e devem ser o fiel da balança do grupo. Porém o Caracas é um time que traria mais resistência e dificuldades para o Palmeiras. Principalmente na marcação. Os venezuelanos possuem uma consciência defensiva maior do que os peruanos.

Uma notícia boa para a torcida palmeirense é que tanto Melgar, quanto Caracas mandam seus jogos em estádios olímpicos, o que favorece o time visitante, que não sofre tanta pressão das arquibancadas.

A única certeza que temos é que será um confronto inédito para a equipe de Luiz Felipe Scolari. O Palmeiras nunca enfrentou nenhuma das duas equipes em sua história.

O Verdão estreia na Libertadores na ressaca de carnaval. Dia 6 de março, às 21h30, horário de Brasilia, diante do Junior em Barranquilla, repetindo o mesmo filme da edição passada, quando estreou com uma bela vitória por 3 a 0, com dois belos gols de Bruno Henrique e um de Borja.

Veja os melhores lances de Melgar e Caracas:

Contribuiu – Joza Novalis, correspondente do site:https://www.futebolportenho.com.br/

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!