(Foto: Marcelo Brandão/ClickPalestra)

“O foco é no G4”, dizem os jogadores do Palmeiras em harmonia com o bem-humorado e confiante torcedor palmeirense. Porém, uma vitória na próxima rodada contra o líder Corinthians já pode valer a liderança do Campeonato Brasileiro, mesmo encerrando a partida dois pontos atrás do primeiro colocado.

A explicação deste raciocínio passa pela tendência dos recentes resultados obtidos pelos adversários de Corinthians e Palmeiras da rodada seguinte ao clássico. O Palmeiras enfrenta o Vitória no Barradão, enquanto o Corinthians vai até a Arena da Baixada para duelar com o Atlético-PR.

A equipe de Alberto Valentim estará frente a frente com o pior mandante da história do Brasileirão na fórmula de pontos corridos desde que começou a ser disputado com 20 clubes, em 2006. Em 16 partidas no Brasileirão dessa temporada, o Vitória acumula dez derrotas, quatro empates e só duas vitórias diante de seu torcedor. Já o Corinthians, terá de enfrentar o Atlético-PR. Nesse segundo turno, os paranaenses mandaram sete jogos em seus domínios, perdendo apenas um deles.

Não citei o número de vitórias e empates do CAP dentro de casa pelo simples motivo de que somente um triunfo, paralelo a vitória do Palmeiras no Barradão, manteria o Corinthians na liderança, caso o vice-líder tenha vencido o clássico.

Com um empate do Corinthians, os rivais se igualariam em pontos, com 60 cada, mas o time comandado por Alberto Valentim acumularia 18 vitórias, enquanto a equipe de Fábio Carille somaria 17. Em caso de derrota alvinegra, o Palmeiras assumiria a liderança com um ponto de vantagem.

O cenário é claramente favorável ao atual vice-líder. Pela rodada seguinte, a vitória do Palmeiras diante do Corinthians já pode valer a liderança.

Comente

comentários