Com personalidade e atitude, garotos da base do Palmeiras encantam torcida em estreia no profissional

Com personalidade e atitude, garotos da base do Palmeiras encantam torcida em estreia no profissional

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras estreou ontem na Flórida Cup vencendo o Atlético Nacional nos pênaltis. A vitória garantiu dois pontos para o Verdão na briga pelo inédito título do torneio, porém o que chamou mais a atenção da torcida na noite desta quarta-feira foi a estreia de diversos atletas que subiram da base do clube neste início de ano.

Pra quem não conhecia ou não acompanhava a garotada no Sub-20, o segundo tempo da partida em Orlando foi um ótimo aperitivo de como a base multicampeã do Verdão pode ajudar o profissional do clube nesta temporada.

Patrick de Paula ganhou a chance de ser titular após Matheus Fernandes ser negociado com o Barcelona. Ainda tímido e bastante nervoso com o peso da estreia, o jovem canhoto fez uma partida discreta, dando lugar ao seu amigo e companheiro de base, Gabriel Menino, na segunda etapa.

Com muita personalidade para atacar e agressividade para defender, Menino encheu os olhos da torcida nas redes sociais e correspondeu toda expectativa que a comissão técnica tem no seu futebol.

Wesley foi outro jovem que recebeu muitos elogios da torcida. Após uma boa passagem pelo Vitória em 2019, o rápido atacante criou diversas jogadas no ataque e ainda sofreu um pênalti claro no final da partida.

Alanzinho também recebeu chance de Luxemburgo e conseguiu mostrar o seu potencial, mesmo com pouco tempo em campo. Se colocar à disposição para bater o pênalti nas primeiras cinco penalidades apenas provou a grande personalidade que o atleta possui.

Por último, o mais conhecido da torcida, e já incorporado ao profissional desde o final do ano passado, Gabriel Veron fez uma boa partida, criou algumas boas chances e quase fez o gol da vitória alviverde.

Das crias da Academia que foram para a Florida, apenas Vinícius Silvestre, Pedrão e Lucas Esteves não atuaram diante do Atlético Nacional.

Das 10 penalidades convertidas pelo Palmeiras, quatro foram batidas pelas promessas das categorias de base do clube.

É claro que ainda é muito cedo para fazer qualquer julgamento sobre os jovens recém promovidos da base alviverde, mas foi uma noite representativa para um clube que vem ganhando tudo na base nos últimos anos, e que em 2019 não usou praticamente ninguém de sua canteira.

Com uma comissão técnica que aposte na evolução dos garotos, e com a torcida criando uma cultura de paciência e apoio aos jovens, o resultado em campo tem tudo pra dar certo.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!