Polêmicas com Rafinha e Uefa, recorde na Champions e desejado há uma década, enfim, Luiz Adriano, chega ao Palmeiras

Polêmicas com Rafinha e Uefa, recorde na Champions e desejado há uma década, enfim, Luiz Adriano, chega ao Palmeiras

Foto:Site do Spartak Moscou/Divulgação

Depois de 10 anos de um namoro não correspondido em janeiro de 2009, entre Palmeiras e Luiz Adriano, o atacante chega ao alviverde com outro status. Nesse tempo ainda se envolveu em polêmicas com lateral direito Rafinha, hoje no Flamengo, além de ter batido recordes na Uefa Champions League e marcado o gol mais controverso da carreira, pois o lance exigia fair-play, mas o atleta não seguiu regulamentação.

Por meio da parceria com a Traffic, o Palmeiras buscava montar um elenco forte para a Libertadores e Campeonato Brasileiro de 2009, e o nome do centroavante surgiu como um alvo. " O Palmeiras, junto aos parceiros, está fazendo todos os esforços. Devemos ter uma definição até esta sexta-feira, já que também não se pode demorar muito por causa da janela de transferências na Europa", afirmou à época, seu empresário Gilmar Veloz, para a Rádio Record.

Na mesma entrevista, Veloz evitava mostrar muito otimismo pela fama dura dos diregentes do Shakhtar Donetsk em negociações. "É difícil antecipar algo, até porque não sou dono do atleta", concluiu. Dito e feito, Luiz Adriano acabou não chegando ao Palmeiras.

Passagem na europa

Foram 13 anos de Luiz Adriano no continente europeu. As passagens de maiores sucesso do centroavante se deu no Leste da europa, por conta das nove temporadas no Shakhtar (Ucrânia) e as três últimas no Spartak Moscou, da Rússia. Nesse intervalo, o atacante jogou no Milan, da Itália, mas sem grande relevância.

Luiz Adriano revelado no Internacional teve na Ucrânia junto a leva de brasileiros na equipe seis campeonatos ucraniamos, quatro taças domésticas e outras cinco supercopas. Também atuando pelo Shakhtar tem um recorde na Uefa Champions League que só Cristiano Ronaldo igualou: dois hat-tricks consecutivos.

Messi também tem um recorde empatado com o Luiz Adriano na competição internacional: únicos a marcarem cinco gols no mesmo cotejo.

A participação no torneio da Uefa também rendeu situações embaraçosas. Em 2012, durante a vitória por 5 a 2, sobre Nordsjaelland, Luiz Adriano fez um gol com partida reiniciada com bola ao chão, após o meia Willian dar um chute para frente em devolução aos rivais, mas, segundo o atleta, o mesmo não ouviu o apito para interromper a ação. O caso gerou uma punição de um jogo pela entidade ao novo jogador do Palmeiras.

Confira o lance:

Ainda pelo Shakhtar teve seu nome citado por Rafinha como um "moleque nojento" junto a Taison e Fred, em áudio via Whatsapp vazado depois do massacre do Bayern de Munique por 7 a 0 no Shakhtar, pois a legião brazuca dos ucranianos haviam dito que os alemães eram uma equipe comum.

À época, Luiz Adriano, em entrevista ao canal FoxSports, preferiu não aprofundar a fala do lateral e disse apenas que a opinião em relação aos seus compaheiros estava equivocada.

Pelo Milan, a revelação colorada não conseguiu desempenhar um bom papel em um time que segue na busca pelo protagonismo q já teve um dia na Itália e no futebol mundial. Foram 36 jogos e apenas seis gols marcados.

Na Rússia, chegou para ser o homem gol de um time que precisava recuperar o prestígio nacional, pois não conseguia levantar o caneco russo desde 2001, sendo o mais popular do país, e vendo a ascensão de Rubin Kazan, Zenit e CSKA, que inclusive levantaram taças da Copa da Uefa, atual Uefa Europa League.

Na atual temporada, que acabará de recomeçar na gélida Rússia, Luiz Adriano havia participado dos três jogos do campeonato e anotado um gol.

O novo reforço do Palmeiras retorna ao futebol brasileiro com 24 taças no currículo. Luiz Adriano ainda carrega a marca de maior artilheiro da história do Shakhtar Donetsk com 130 gols. Além dele, somente Love (124), como brasileiro, lidera a lista como o maior goleador da história de um clube na Europa, no caso, o CSKA.

Títulos

Nacionais

Liga da Ucrânia (6)
Copa da Ucrânia (4)
Super Taça da Ucrânia (5)
Super Copa da Itália (1)
Liga Russa (1)
Super Taça da Rússia (1)
Super Copa da Itália (1)
Brasileiro sub-20 (1)

Internacionais

Mundial de Clubes (1)
Copa Libertadores (1)
Uefa Europa League (1)
Recopa Sul-Americana (1)
Sulamericano sub-20 (1)

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.