Por briga com torcida do Sport, Palmeiras é punido pelo STJD e promete recurso

Por briga com torcida do Sport, Palmeiras é punido pelo STJD e promete recurso

O Palmeiras foi julgado na tarde desta sexta-feira (18) pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por mais uma briga de torcida ocorrida, no caso na partida diante do Sport, na Arena Pernambuco em 23 de julho. A confusão entre as duas torcidas ocorreu do lado de fora da Arena, mas o prejuízo ficou somente para o lado verde.

O tribunal decidiu que a torcida do Palmeiras está proibida de comparecer em sete partidas como visitante, e a principal organizada do clube, a Mancha Alviverde, também está impedida de entrar com faixas e adereços em sete partidas como mandante.

Assim que foi notificado, o jurídico do Palmeiras ficou revoltado com tal decisão e prometeu recorrer o mais rápido possível. O clube entende que pela briga ter ocorrido do lado de fora do estádio, não existe a menor possibilidade de punição. Alguns integrantes da Mancha Verde também ficaram revoltados com a notícia, já que para a torcida, eles foram vítimas de uma emboscada dos pernambucanos.

A punição do STJD abre um precedente perigoso na visão dos advogados do Palmeiras, já que brigas que ocorrem fora dos estádios não podem ter os clubes como responsáveis. E o Sport que era o mandante da partida e responsável pela segurança do evento não foi sequer multado.

 

 

 

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!