Prestigiado no Bahia, Juninho é desejo do Tricolor para 2020. Europa é concorrente

Prestigiado no Bahia, Juninho é desejo do Tricolor para 2020. Europa é concorrente

O zagueiro Juninho não definiu como será seu 2020, mas observa uma clara valorização no mercado. Emprestado ao Bahia pelo Palmeiras até o final da temporada, ele sabe que o Tricolor quer sua manutenção de forma definitiva, enquanto o mercado europeu também tem interesse. O FC Copenhague, maior clube do futebol dinamarquês, quer contar com o futebol do zagueiro.

O contrato com o Palmeiras se encerra apenas em maio de 2022 e a boa sequência do jogador nesse Brasileirão pelo Bahia animou a diretoria palmeirense com a possibilidade de um retorno financeiro com o atleta, já que esportivamente ele não conseguiu espaço no elenco profissional desde o seu anúncio, em maio de 2017.

O Palmeiras se tornou detentor de 70% dos direitos econômicos do jogador ao pagar cerca de 10 milhões de reais ao Coritiba em maio de 2017. O Bahia pensa em desembolsar algo em torno de 4 milhões de reais para tê-lo em definitivo, mas sabe que a concorrência com a Europa deve aumentar as cifras.

Revelado no Coritiba e contratado por 10 milhões de reais pelo Palmeiras, Juninho não havia participado de nenhuma partida com a camisa do Palmeiras na atual temporada até ser emprestado ao Bahia, onde se tornou titular absoluto e já acumula 18 partidas. Em 2018, foram apenas sete jogos disputados, sendo três pelo Palmeiras e quatro pelo Atlético-MG, onde também não se firmou em vínculo de empréstimo.

Tags:
  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.