Palmeiras volta ao Allianz Parque para tentar recorde sem ser vazado em momento mais frágil da defesa com Felipão

Palmeiras volta ao Allianz Parque para tentar recorde sem ser vazado em momento mais frágil da defesa com Felipão

(Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

O setor defensivo do Palmeiras sempre foi pilar decisivo no trabalho de Luiz Felipe Scolari desde o retorno do treinador, em julho do ano passado. Campeão nacional em 2018 com a melhor defesa, seguiu com bom desempenho até a parada da Copa América.

Mas após a volta, a zaga passou a sofrer com os rivais. Foram oito gols sofridos em seis compromissos, incluindo o amistoso diante do Guarani. Antes da parada, tinham sido somente nove tentos em 33 partidas e vale lembrar que o atual número só não é maior graças a Weverton, que defendeu dois pênaltis no tempo normal, contra Bugre e Godoy Cruz.

Foram quatro jogos seguidos longe de casa e agora o Palmeiras retorna ao Allianz Parque para enfrentar o Vasco, sábado (27) pelo Brasileirão. O estádio tem sido a fortaleza verde, afinal foram somente três gols sofridos em 15 confrontos lá na atual temporada, todos no Paulista.

São 11 partidas consecutivas sem ser vazado no Allianz e caso mantenha a série contra os cariocas, igualará a maior sequência do estádio, incluindo o antigo Palestra Italia.

  • Rafael Bullara

    Rafael Bullara

    Formado em jornalismo, foi editor do Lance!, onde ficou por 12 anos. MBA em Gestão e Marketing Esportivo na Trevisan Escola de Negócios