Roger Machado e o treinamento que chamou atenção nessa terça-feira

Roger Machado e o treinamento que chamou atenção nessa terça-feira

Com a ciência do futebol cada vez mais aprimorada, os estudos concluem que é fundamental aproveitar cada segundo de um treinamento para exercitar tudo o que um atleta necessita. O aquecimento, por exemplo, não pode ser desperdiçado com exercícios físicos simples, portanto uma troca de passes em espaço determinado, com número limitado de toques na bola por atleta, em uma roda de cinco ou seis jogadores, sendo dois deles roubadores da bola, exercita também a parte técnica.

Estudioso, Roger Machado segue essa linha e nessa pré-temporada tem realizado trabalhos táticos interessantes com todos os jogadores do Palmeiras. Na manhã dessa terça-feira, o técnico iniciou a atividade alertando os atletas de que todos deveriam alcançar um índice físico ao final da programação matutina. Aqueles que não conseguissem realizariam uma atividade complementar, independente do desempenho técnico demonstrado.

Uma das atividades chamou a atenção de muitos torcedores que acompanhavam os relatos dos jornalistas presentes na Academia de Futebol e pareceu não ter ficado muito claro para alguns por meio de relatos escritos, portanto montei uma prancheta animada para que você possa visualizar como a atividade aconteceu.

Como você pode visualizar e ler no vídeo, o treinamento envolve duas equipes circulando a bola com o objetivo de entrar e sair de cinco quadrantes, desenhados com fitas no gramado, com a bola dominada. A pontuação não surge em um balançar de redes, e sim quando um atleta encontra um companheiro dentro de um quadrante e alguém de sua equipe recebe essa bola de volta do lado de fora.

  • É possível, então, perceber o desenvolvimento de diversos treinos dentro de uma só atividade.

  1. Um elenco inteiro em apenas metade de um gramado. Isso significa que a exigência de passes rápidos gera nos atletas a necessidade de estar sempre disponível para o companheiro. Conceito fundamental no desenvolvimento de qualquer jogada.
  2. Gerar opção em pequenos espaços com muitos atletas demanda grande movimentação, fato que também gera esforço físico e condiciona o elenco a um ritmo extremamente intenso de jogo.
  3. Enquanto opções não aparecessem para o passe, o atleta que possui a bola necessita de habilidade para mantê-la consigo até localizar um companheiro em boa condição na busca pelo quadrante. Nesse caso, a parte técnica é testada e quase que forçosamente desenvolvida.
  4. É possível chegar aos quadrantes com bolas longas invertidas, mas na maioria das vezes a triangulação é mais eficiente e procurada. Outro ponto importante desenvolvido a cada segundo nessa atividade.

Em suma, podemos citar cobertura defensiva, cobertura ofensiva, mobilidade, concentração, equilíbrio, agilidade de raciocínio, precisão, entre outros pontos extremamente exigidos em uma única atividade que ainda contempla grande esforço físico, condicionamento de ritmo intenso e criação de opções durante todo o tempo em pequenos espaços. A Academia de Futebol foi palco de uma atividade plenamente moderna na programação de pré-temporada do técnico Roger Machado.

Tags:
  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.