Rony suspenso pela FIFA por 4 meses? Entenda o imbróglio

Rony suspenso pela FIFA por 4 meses? Entenda o imbróglio

Foto: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

A notícia de que o atacante Rony estaria suspenso por 4 meses de suas atividades pela FIFA caiu como uma bomba na torcida palmeirense. Principal substituto de Dudu dentro do elenco alviverde, o camisa 11 foi punido por um imbróglio que começou quando ele foi negociado com o Atlhetico, ainda em 2018.

O ex-time de Rony, o japonês Albirex Niigata, entrou em março de 2019, com uma ação na Fifa cobrando do Athletico e o próprio jogador, por 10 milhões de dólares (mais de R$ 50 milhões na cotação atual), referentes à multa de um contrato de três anos que o Albirex alega ter sido quebrado na ida de Rony para o Furacão.

Contratado pelo time oriental quando ainda era jogador do Cruzeiro em 2017, Rony teria que cumprir 3 anos de contrato com o clube japonês. Caso Rony deixasse o Japão, a cláusula para quebra de contrato era de 10 milhões de dólares, valor que o clube nipônico agora cobra na Fifa tanto de Rony, como do atual campeão da Copa do Brasil, como parte solidária.

Segundo o Globoesporte.com, a decisão poderá ser contestada no Tribunal Arbitral do Esporte em até 21 dias.

O staff do jogador ainda não se manifestou, mas é bem provável que o atleta entre com um recurso na entidade máxima do esporte.

O Verdão acredita que Rony poderá atuar normalmente em 2020 e ainda promete recorrer ao CAS. Caso o atleta necessite cumprir a suspensão, ele deve se ausentar dos gramados bem mais pra frente.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!