Rubens Minelli, 90 anos

Rubens Minelli, 90 anos

Foi num café da manhã depois de uma entrevista que ele puxou um guardanapo e desenhou como montou o melhor time que vi jogar nos anos 70. Manga na meta, Cláudio e Vacaria nas laterais, Figueroa e Marinho Peres na zaga. Caçapava, Batista e Falcão no meio-campo. Valdomiro e Lula nas pontas. Dario no comando de ataque. O Inter de 76. Bicampeão brasileiro. Com a base que Dino Sani montara desde 1972. Que Rubens Minelli aperfeiçoou a partir de 1974.

O Inter que batia na trave desde 1972 até o título de 1975. O Minelli que era contestado mesmo campeão do Robertão de 1969 depois de largar na lanterna. O treinador que com um São Paulo limitado foi tri-tetra em 1977, ganhando nos pênaltis do vice invicto Atlético, no Mineirão.

O Minelli que primeiro implantou ideias da Holanda no Brasil. O treinador que merecia dirigir a Seleção na Copa-78. Ou mesmo antes. Quem sabe depois. E poucos souberam mais nestes 90 anos de vida.

Parabéns a ele e ao meu amigo Bruno, neto do mestre. Professor mesmo que um dia, e não faz muito tempo, me pediu as fichas técnicas da Copa de 2010 só pra estudar como tinha atuado taticamente cada seleção. Só para continuar estudando o esporte que tão bem dominou.

Não por acaso chega firme e forte aos 90 anos. Porque poucos souberam estudar e enxergar os 90 minutos como ele.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.