Sei lá

0h52. O gol de entrada do Pacaembu está assim. Vazio. Como esteve em toda a segunda etapa em que o Palmeiras não criou uma chance contra a meta de Paulo Victor. Não chegou à meta gaúcha. Também por isso saiu diante do Grêmio que mais uma vez gremiou lindo na Libertadores contra um Palmeiras que se perdeu feio.
Não acho que tenha se achado classificado. Até porque na primeira etapa perdeu gols incríveis.
O problema do Palmeiras é que não se encontrou Palmeiras na segunda etapa bisonha como a atuação de Deyverson. Apagada como a de Dudu, Bruno Henrique e tantos tão importantes. Infeliz como as mexidas de Felipão.
Não é o fim do mundo. Mas do sonho de refazer a América como tantas vezes virou o Palmeiras em 1999. E desta vez foi virado lindo pelo Grêmio em noite de Grêmio. E de Palmeiras em madrugada de não sei o quê. Não sei quem.
E, confesso, não quero nem saber.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.