Sem concorrência no ataque palmeirense, Luiz Adriano projeta 2020 com menos lesões

Sem concorrência no ataque palmeirense, Luiz Adriano projeta 2020 com menos lesões

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O atacante Luiz Adriano concedeu coletiva nesta última terça-feira na Academia de Futebol, e projetou um 2020 de sucesso no comando de ataque do Palmeiras. Com as saídas de Miguel Borja, Henrique Dourado e o possível adeus de Deyverson, o camisa 10 do Verdão será o principal responsável do elenco para balançar as redes.

Com sete gols em 15 jogos com a camisa alviverde, Luiz Adriano foi um dos atacantes mais letais do Brasileirão em 2019, sendo o atacante que precisou de menos tempo para marcar um gol na competição. Luiz iniciará uma temporada no Brasil pela primeira vez após passar mais de 10 anos atuando na Europa.

Ele também será a grande esperança de um setor que foi a grande decepção do Palmeiras em 2019. A seca de gols dos atacantes alviverdes fez com que Dudu e Gustavo Scarpa terminassem o ano como artilheiros da equipe na temporada passada.

Recuperado da lesão no adutor e agora com mais tempo para trabalhar a sua parte física, Luiz Adriano espera que as lesões o atrapalhem menos, e que ele possa estar sempre pronto para ajudar o Palmeiras a conquistar os seus objetivos.

Apesar de não possuir mais nenhuma sombra no banco de reservas, Luiz Adriano deve ganhar algum parceiro de ataque durante o ano. A diretoria alviverde não deve arriscar fechar o elenco com somente o camisa 10 como opção de centroavante.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!