Seremos sempre Lorenzo

Seremos sempre Lorenzo

Felipe, quando você segurou a roupinha do bebê com a Vanessa, vocês já sabiam que o Lorenzo seria o que é. Um anjinho verde.
Quando ele nasceu um dia antes da vitória na Bombonera contra o Boca, você celebrou na maternidade. No Derby do returno, você estava no hospital lutando contra a leucemia do Lorenzo.
No Choque-Rei do fim do tabu de 16 anos, você não estava no Morumbi enfim vencido com justiça. Com apenas 4 titulares de um time com 80% de aproveitamento com os reservas em 10 jogos no BR-18. Num sábado de frio como aquele de 1993 que acabou também com 16 anos de jejum. Então de tudo. Agora foram 16 anos sem vitórias na casa do dono dela.
Tudo isso não é nada quando se perde tudo.
O que de fato isso tudo importa quando da pior partida ?
Isso tudo vale como alívio para a dor que não quero saber como é a de perder um filho?
Isso tudo justifica o que tem acontecido na outra campanha que amanhã começa a se decidir quando estamos perdendo famílias por causa de números?

Felipe, você não vai realizar o seu sonho de levar seu Lorenzo a um jogo do Palmeiras. E mal consigo escrever essa frase.
Mas eu sei que todo jogo ele não vai estar só com você. Ele estará sempre com todos que doaram sangue. Orações. Em todos que não são Palmeiras mas hoje torceram por vocês. E torcerão ainda mais.
Hoje todos não foram Palmeiras. Foram Felipe, Vanessa e Lorenzo.
Nunca teve tanta gente torcendo pela gente. Por vocês.
Não sei o que falar. Nem se deveria falar.
Só sei que hoje a gente só tinha mesmo que vencer. E pelo alto. Mais pertinho do Lorenzo.

SomosTodosLorenzo.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.