Sidnei Lobo será o 13º técnico a comandar o Palmeiras no Allianz Parque

Sidnei Lobo será o 13º técnico a comandar o Palmeiras no Allianz Parque

(Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

O Palmeiras volta ao Allianz Parque no próximo domingo (6) contra o Atlético-MG e terá uma alteração no banco de reservas. Suspenso por ter recebido três cartões amarelos, Mano Menenzes dará lugar ao auxiliar Sidnei Lobo.

Sidnei será o 13º técnico diferente a comandar o Verdão no Allianz, contando técnicos interinos e efetivos. Esta é a terceira oportunidade em que um auxiliar fica no banco para suprir a ausência de alguém por suspensão.

Tico dos Santos substituiu Marcelo Oliveira, em 2016, no jogo contra o Nacional (URU). A derrota por 2 a 1 culminou na demissão de Oliveira. No mesmo ano, Cuquinha precisou comandar a equipe contra o Flumiennse, enquanto Cuca ficou nas cabines. Na ocasião, o auxiliar usou um ponto eletrônico para se comunicar com o técnico.

Técnicos que comandaram o Palmeiras no Allianz Parque:

Dorival Júnior (2014)
2J
1E
1D
1 gol marcado
3 gols sofridos
16,6% de aproveitamento

Oswaldo de Oliveira (2015)
18J
12V
3E
3D
32 gols marcados
12 gols sofridos
72,2% de aproveitamento

Alberto Valentim (2015 e 2017)
5J
4V
1E
13 gols marcados
4 gols sofridos
86,6% de aproveitamento

Marcelo Oliveira (2015 e 2016)
22J
13V
3E
6D
40 gols marcados
24 gols sofridos
60,8% de aproveitamento

Tico dos Santos (2016)
1J
1D
1 gol marcado
2 gols sofridos
0% de aproveitamento

Cuca (2016 e 2017)
35J
24V
6E
5D
65 gols marcados
26 gols sofridos
75% de aproveitamento

Cuquinha (2016)
1J
1V
2 gols marcados
100% de aproveitamento

Eduardo Baptista (2017)
10J
8V
2E
20 gols marcados
6 gols sofridos
86,6% de aproveitamento

Roger Machado (2018)
18J
10V
5E
3D
35 gols marcados
17 gols sofridos
64,8% de aproveitamento

Wesley Carvalho (2018)
1J
1V
3 gols marcados
100% de aproveitamento

Felipão (2018 e 2019)
30J
22V
5E
3D
53 gols marcados
14 gols sofridos
78,8%

Mano Menezes (2019)
2J
2V
4 gols marcados
100% de aproveitamento

  • Rafael Bullara

    Rafael Bullara

    Formado em jornalismo, foi editor do Lance!, onde ficou por 12 anos. MBA em Gestão e Marketing Esportivo na Trevisan Escola de Negócios