Último choque-rei como visitante teve Palmeiras com base atual, e São Paulo desfigurado em relação a 2019

Último choque-rei como visitante teve Palmeiras com base atual, e São Paulo desfigurado em relação a 2019

Foto: GazetaPress/Divulgação

Neste sábado (30), o choque-rei entre Palmeiras e São Paulo, válido pela semifinal do Paulistão 2019 será realizado no Morumbi, assim como no dia 6 de outubro de 2018, quando o tabu de 16 anos foi quebrado no Cícero Pompeu de Toledo e o verdão daquela data tem como base titular quase os mesmos atletas. Além do treinador. Já o São Paulo mudou seu goleiro titular à época, e seu treinador ainda era Diego Aguirre.

O Palmeiras venceu a partida, também num sábado, por 2 a 0, gols de Deyverson e Gustavo Gómez – este retorna da data FIFA e está apto para o jogo -. O resultado de cinco meses atrás deu a liderança isolada ao alviverde, e pôs o rival em crise.

Aguirre foi demitido antes do fim do campeonato, Sidão foi negociado para o Goiás, Rodrigo Caio assinou com o Flamengo, Jucilei hoje é banco, assim como Nenê. Diego Souza e Tréllez também seguiram rumos longe do Morumbi. Carneiro e Bruno Peres fazem parte do elenco atual, mas sem prestígio.

Reinaldo, Bruno Alves e Hudson são os únicos que devem ser utilizados no clássico como titulares. Anderson Martins e Everton estarão no banco.

Por outro lado, além de Luiz Felipe Scolari seguir como treinador do Palmeiras, Weverton, que também estava em serviço a seleção, retorna e deve ser titular na partida. A dupla de zaga Luan e Gustavo Gómez, além de Victor Luis são os titulares e devem atuar.

O meio-campo terá Felipe Melo e Bruno Henrique. Tendo como mudança as saídas de Moisés e Lucas Lima, com a adição de Ricardo Goulart, caso o mesmo não seja poupado. No ataque, Dudu terá a companhia de Gustavo Scarpa, que substitui Willian bigode, que está lesionado.

Hyoran não figura nos inscritos do Campeonato Paulista de 2019 e começou o jogo na noite de sábado (6). Deyverson, que sacramentou a vitória no choque-rei de 2018, ganhou a posição de Borja, e deve atuar como o centroavante no cotejo.

Veja as escalações de 2018:

São Paulo (3-5-2)
Sidão; Bruno Alves, Rodrigo Caio (Everton) e Anderson Martins; Bruno Peres, Jucilei, Hudson, Nenê (Gonzalo Carneiro) e Reinaldo; João Rojas e Diego Souza (Tréllez). Técnico: Diego Aguirre

Palmeiras (4-2-3-1)
Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Luan, Gustavo Gómez, Victor Luis; Felipe Melo, Lucas Lima (Bruno Henrique) e Moisés; Hyoran (Willian), Deyverson e Dudu.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.