Luca é Brasil da mãe Daniela e Argentina do pai Silvio. Nasceu aqui e se mudou bebê para lá, em Olavarría. No futebol, tinha metade azul do pai, mas faltava preencher com alguma cor daqui.

Veio passar férias no Brasil em 2018 e conheceu o Allianz Parque, sua primeira vez no estádio. Bastou para ser verde, de alma e coração. Luca é mais Cristiano Ronaldo do que Messi, coisa que o pai não entende. Agora, é mais Palmeiras.

Luca-2

É tão Palmeiras de não tirar o uniforme nem para dormir. A cara amassada é de satisfação e de decacampeão, o primeiro dele por aqui. E ainda bateu na trave na Libertadores no lado azul do Boca Juniors.

Existe Palmeiras por todos os cantos e Olavarría, a 300k de Buenos Aires, tem um pontinho verde marcado por Luca.