Felipão tem a grande chance de utilizar a base diante do Mirassol

Felipão tem a grande chance de utilizar a base diante do Mirassol

(Foto: César Greco/ Ag. Palmeiras/ Divulgação)

O Palmeiras enfrenta o Mirassol amanhã as 16h30 no interior Paulista pela décima rodada do Estadual 2019.

Vindo de uma longa viagem de Barranquilla, Colômbia, e já com mais um duelo de Libertadores na terça-feira, diante do Melgar no Allianz Parque, Luiz Felipe Scolari deve ir com um time inédito para encarar o Mirassol.

Dudu que jogou todos os jogos do Palmeiras em 2019 pode e deve ser poupado. Fica a dúvida se enfim Zé Rafael ganhará uma chance, uma vez que o próprio Scolari já afirmou que o camisa 8 joga na posição do camisa 7. Hyoran que foi o escolhido para substituir Dudu na Colômbia, não está inscrito no Paulistão.

Miguel Borja é outro jogador que vem de uma sequência muito desgastante, mas com Deyverson suspenso, o treinador só tem o jovem paraguaio Aníbal como opção.

Aníbal tem 18 anos e já demonstrou um grande potencial na base palmeirense, sendo inclusive convocado para defender seu país no Sulamericano da categoria.

Vitão é outro que poderia ganhar a sua primeira chance de jogar no profissional. O jovem zagueiro que é capitão da Seleção Brasileira Sub-17, já chamou a atenção de gigantes europeus, como Barcelona e Manchester City.

O Palmeiras inscreveu oito jogadores da categoria de base para o Paulistão. Incluindo Luan Cândido, que pra muitos é considerado a maior revelação do clube pós Gabriel Jesus.

Gabriel Verón também pode ser relacionado para o banco de reservas. O garoto de 16 anos se destacou na Copinha e é uma das grandes jóias da base alviverde.

Uma possível escalação do Verdão amanhã seria: Fernando Prass, Mayke, Dracena, Vitão e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Moisés e Lucas Lima; Zé Rafael, Felipe Pires e Aníbal.

No ano passado o Palmeiras venceu o Mirassol por 2 a 0, com gols de Borja e Dudu.

Relembre como foi a partida:

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!