Visitante indesejado, Palmeiras vence o América/MG, fora de casa, pela Copa do Brasil

Visitante indesejado, Palmeiras vence o América/MG, fora de casa, pela Copa do Brasil

“Titio, você vem quando?”

“Amanhã, Leandro (Donizete)”

“Vou ficar doente justamente amanhã,

veja só que tristeza.

Não vou poder te ver”

Vocês sabem, né. Sempre temos um desses malas, inconvenientes, mal encarados e, normalmente, muito competentes em determinada tarefa. O seu time, Palmeirense, é esse cara no mundo do futebol. Como é chato esse time de Roger Machado quando faz uma chegadinha na casa alheia.

Começaremos do fim. Um erro enorme do ótimo Antônio Carlos em saída de bola mal feita, aos 26’ do segundo tempo, deu a Serginho, meia do América Mineiro, a chance do primeiro gol dos mandantes que, àquela altura, já perdiam por dois. As atividades começaram bem antes disso..

Em um primeiro tempo muito movimentado, o tio alviverde começou quente com duas chances gigantescas nos pés de Miguel Borja. A primeira, em passe de Bruno Henrique que ele não conseguiu dominar e outra em linda bola de Dudu que o deixou sem goleiro, mas o colombiano conseguiu desperdiçar o presente. A sorte é que os tios sempre recebem uma segunda chance pras coisas importantes de família.

Ainda aos 30’ do primeiro tempo, Miguel Borja recebeu grande passe de Lucas Lima e cumprimentou para o fundo das redes do América para abrir o placar. Jogada muito bem trabalhada pelo time de Roger Machado, ao seu estilo. Era o Palmeiras que atuou tão bem no domingo e deixou ótima impressão.

Defensivamente, problemas. Tipo aquele papo chato que os mais velhos da família sempre colocam em pauta nos almoços agradáveis. As laterais mal cobertas por Felipe Melo que, apesar da enorme qualidade no passe, tem problemas de mobilidade e dificuldades de caçar, sobrecarregando o parceiro de meio campo, Bruno Henrique. Existiram muitos espaços nesse setor do gramado e foi por ali que os mineiros criaram algumas oportunidades importantes.

Anacronicamente, esse relato do primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil retorna ao pior momento do maior verde do mundo: os momentos pós gol do América. O Palmeiras entrou em pane, desligou. Tomou um enorme sufoco e sofreu um verdadeiro parto para dar à luz à vitória importantíssima. Thiago Santos e Willian ainda vieram a campo para garantir a vantagem no segundo jogo que acontecerá no Allianz Parque, a casa do tio mais chato do Brasil.

  • João Gabriel

    João Gabriel

    De família italiana e tipicamente alviverde, é de São Manuel, interior do estado. Se formou em Jornalismo pela USC/Bauru e é pós graduado em jornalismo esportivo pelo IPOG/SP.