Weverton chega ao 7° jogo sem ser vazado e se aproxima de próprio recorde no Palmeiras

Weverton chega ao 7° jogo sem ser vazado e se aproxima de próprio recorde no Palmeiras

Foto: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras/ Divulgação

O Palmeiras goleou o Santos por 4 a 0 neste último sábado, 18, no Pacaembu, pela quinta rodada do Brasileirão. O Verdão conseguiu não sofrer gols mais uma vez em um jogo nesta temporada, muito pela atuação do seu forte sistema defensivo, mas também pela segura atuação de Weverton.

O titular da meta alviverde chegou ao seu sétimo jogo seguido sem sofrer gols pelo Verdão.

Antes contestado por parte da torcida, Weverton vai ganhando o coração dos palmeirenses com atuações decisivas e cada vez mais seguras.

No ano passado, Weverton ficou 9 jogos sem sofrer gols, se aproximando de Zetti, que em 1987 ficou 12 partidas zerados na meta alviverde.

O goleiro preferido de Scolari sofreu um gol espírita do Cerro Porteño, pelas oitavas de final da Libertadores, naquela que foi a primeira derrota do Verdão com o pentacampeão no comando.

Mesmo com o revés, o Palmeiras avançou no torneio continental.

O Verdão não havia sofrido gol desde a derrota para o Fluminense, jogo que culminou com a demissão de Roger Machado.

Com a sombra de dois ídolos do clube, Weverton foi o goleiro que mais atuou neste ano e chegou até ser convocado para a Seleção Brasileira por Tite.

Há quem ache inclusive que o goleiro palmeirense merecia a terceira vaga de goleiro para a Copa América, porém o comandante do Brasil preferiu mais uma vez levar o corinthiano Cássio.

Coincidentemente, o último gol sofrido por Weverton na meta palmeirense aconteceu na última derrota do clube em 2019. 1 a 0 para o San Lorenzo em Buenos Aires, naquele que foi o único tento sofrido do clube na competição continental.

De lá pra cá, o Palmeiras disputou 9 jogos. Um pelo Paulista, três pela Libertadores e cinco pelo Brasileiro.

Prass e Jaílson jogaram somente um jogo cada, enquanto Weverton atuou sete vezes.

Nesta quarta, diante do Sampaio Corrêa, pelo 1° jogo das oitavas da Copa do Brasil, Felipão deve descansar Weverton e dar mais uma chance para Jaílson ou Prass.

Confira os sete jogos em que Weverton não foi vazado, fazendo o goleiro chegar a marca de 630 minutos de invencibilidade:

Palmeiras 3 x 0 Jr. Barranquilla - Libertadores

Melgar 0 x 4 Palmeiras - Libertadores

Palmeiras 4 x 0 Fortaleza - Brasileirão

Palmeiras 1 x 0 Internacional - Brasileirão

Palmeiras 1 x 0 San Lorenzo - Libertadores

Atlético-MG 0 x 2 Palmeiras - Brasileirão

Palmeiras 4 x 0 Santos - Brasileirão

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!