Análise: Palmeiras supera condições adversas para estrear com vitória no Brasileirão

Verdão lidou com gramado ruim contra um adversário aguerrido para chegar ao triunfo

O Palmeiras venceu o Vitória no último domingo (14) por 1 a 0 e começou o Campeonato Brasileiro somando três pontos. Para chegar ao triunfo no Barradão, no entanto, o Verdão teve de superar condições adversas e um adversário complicado de se enfrentar fora de casa.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Relacionadas

Da transmissão, era perceptível que o gramado do Barradão não estava em plenas condições. Quiques variados, velocidade da bola prejudicada e maior exigência dos jogadores, por conta da altura da grama, eram só alguns fatores dificultantes para os atletas em campo. A situação foi comentada por Richard Ríos, autor do gol, que destacou a falta de qualidade do piso.

– O campo estava em condições não muito boas, mas era para os dois times. É difícil jogar aqui, mas conseguimos sair com os três pontos – explicou Ríos.

Abel Ferreira também fez críticas às condições do Barradão. Em coletiva, o treinador português destrinchou os pontos negativos que identificou na grama ao longo da partida.

– Gramado duro, difícil, alto. Eu prefiro sintético, sinceramente. Vocês viram a dificuldade de quem entrou e quem iniciou. Os jogadores chegaram ao vestiário e nem força para tirar a chuteira tinham – disse Abel.

Em campo, o Verdão precisou segurar a força imposta pelo Vitória em sua casa. Apesar de recém-promovida da série B, a equipe baiana cresce de produção quando joga no Barradão e costuma dificultar a vida dos adversários. Com a vitória, o Palmeiras encerrou uma sequência de 23 jogos dos mandantes sem perder em seu estádio.

Duelos físicos estiveram presentes durante todo o jogo, o que somou-se à alta exigência da partida e fez com que Abel utilizasse das cinco substituições. No ataque, Lázaro e Luís Guilherme entraram nos lugares de Endrick e Estêvao para dar velocidade, enquanto Flaco López substituiu Raphael Veiga, esgotado fisicamente, para segurar o jogo. No meio-campo, Ríos, amarelado, deu lugar a Fabinho, e Naves, zagueiro, foi colocado nos minutos finais na vaga de Rony para garantir os três pontos.

VEJA NO NOSSO PALESTRA
Luis Guilherme completa um ano de estreia pelo Palmeiras e responde perguntas

No que diz respeito às estatísticas, quem levou a vantagem da criação foi o Vitória. Com 56% de posse de bola, contra 44% do Palmeiras, a equipe de Salvador teve quase o dobro de gols esperados do que o Verdão – 1.32 frente a 0.73.

Desta forma, apesar de magro, o triunfo do Alviverde na primeira rodada do Brasileirão é importante para largar a maratona com o pé direito. O Maior Campeão do Brasil volta a campo na próxima quarta-feira (17), às 20h (de Brasília), contra o Internacional, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Barueri.