Endrick, Goméz e João Martins são julgados por lances contra Fortaleza; veja decisões

STJD analisou lances envolvendo profissionais do Verdão na partida válida pelo Brasileirão

Nessa quinta-feira (14) o Superior Tribunal de Justiça Desportiva, o STJD, julgou Endrick, Gustavo Gómez e João Martins por suas ações no empate entre Fortaleza e Palmeiras. Os jogadores não terão de cumprir pena, mas o auxiliar de Abel Ferreira foi punido com duas partidas de suspensão.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Relacionadas

No jogo decisivo contra o Fortaleza, pela 35ª rodada do Brasileirão 2023, o Verdão ficou atrás do placar duas vezes, mas chegou ao empate. Na partida, Endrick se envolveu em um lance polêmico. Em busca de desvencilhar do advsersário, o camisa 9 desferiu um soco no defensor, mas o VAR sequer foi chamado e, por isso, o árbitro de vídeo também foi denunciado ao tribunal.

A joia do Palmeias foi julgada sob o incurso no Art. 254-A – “desferir dolosamente soco, cotovelada, cabeçada ou golpes similares em outrem, de forma contundente ou assumindo o risco de causar dano ou lesão ao atingido; Pena de 4 a 12 partidas”. Endrick, no entanto, foi absolvido.

VEJA NO NOSSO PALESTRA
VAR analisa lance de expulsão de Gustavo Gómez, do Palmeiras

Gustavo Gómez, por sua vez, recebeu o cartão vermelho no embate por falta em Calebe, do Fortaleza. Por isso, ele foi julgado pelo Art. 250 por “impedir de qualquer forma, em contrariedade às regras de disputa do jogo, uma oportunidade clara de gol, pontuação ou equivalente; Pena: Uma a três partidas.”

O zagueiro, que cumpriu um jogo de suspensão automática diante do América-MG, teve a pena convertida a uma advertência. Deste modo, poderá atuar no próximo jogo do Verdão em uma competição nacional.

Além disso, devido a reclamações à beira do campo, o assistente João Martins também recebeu o cartão vermelho e teve de ir para os vestiários mais cedo. Julgado sob o artigo 258 por “desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões”, o profissional foi punido com dois jogos de gancho.

Próximo desafio do Palmeiras será na estreia do estadual no fim do mês de janeiro. Defendendo o bicampeonato, o Verdão ainda não sabe o dia e a hora de seu jogo inaugural de 2024. No início de fevereiro, Palmeiras e São Paulo disputam a Supercopa do Brasil em local ainda a ser definido.