Opinião: ‘Marcelo Lomba e sua justa renovação no Palmeiras’

Goleiro de 36 anos poderia ser titular em cerca de 15 times da Série A, mas escolheu o Verdão

O Palmeiras sempre foi conhecido pela sua academia de goleiros e é referência no assunto de formação dos jogadores dessa posição. Poderíamos aqui elencar diversos nomes que foram formados dentro do clube, casos de Oberdan Cattani, Leão, Sérgio, Velloso e Marcos.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Relacionadas

Mas de uns tempos para cá, o Verdão apostou na contratação de goleiros como Fernando Prass, Jailson, Weverton e, mais recentemente, Marcelo Lomba. Desde a aposentadoria de ‘São Marcos’, o Palmeiras sofria para achar um substituto, e nomes como Bruno, Deola e Fábio não davam conta do recado.

Depois de seguidas falhas de seus goleiros formados em casa, o Maior Campeão do Brasil foi ao mercado e trouxe Fernando Prass em 2013, após rescisão do goleiro com o Vasco. Prass chegou com status de titular indiscutível do time, mas logo em seus primeiros meses de time lesionou a clavícula e ficou fora por dois meses.

Para a disputa da posição e com nova lesão de Prass em 2014, a diretoria alviverde trouxe um nome desconhecido que logo ganhou o coração dos palmeirenses. Jailson chegou ao clube depois de passagem pelo Ceará. Em 2016, o camisa 42 substituiu Prass, lesionado, e foi fundamental no título do Brasileirão daquele ano.

VEJA NO NOSSO PALESTRA
Rogério Godoy, preparador de goleiros do Palmeiras, fala sobre contratação de Marcelo Lomba

Em 2018, nova contratação para debaixo das traves. Weverton veio do Athletico-PR em busca de novos desafios para sua carreira, mas teve que conquistar seu espaço aos poucos. Chegou como terceiro goleiro e só foi se firmar na titularidade do time na segunda metade da temporada.

Weverton se tornou multicampeão no Palmeiras, assim como Jailson. O ciclo de ‘Jájá’ se encerrou, e ele deixou o Verdão. Para seu lugar foi contratado Marcelo Lomba, do Internacional. Em fim de contrato com os colorados, o camisa 42 veio sem custos em dezembro de 2021.

Contratado apenas por uma temporada, o goleiro já teve seu contrato estendido com o Verdão, tendo um vínculo atual válido até o final de 2023. Apesar de não estar entre os 11 principais com frequência, Marcelo Lomba é uma das peças importantes do elenco de Abel Ferreira e está feliz no clube alviverde.

Ao todo, Lomba acumula 15 jogos com a camisa do Palmeiras. São nove vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas, que só vieram nesse ano (Bolívar, na Libertadores, e Bahia, pelo Brasileirão). A última partida como titular aconteceu no dia 14 de agosto, diante do Cruzeiro, na vitória da equipe por 1 a 0 pelo Brasileirão, no Allianz Parque.

Além de um profissional competente, Lomba se mostra um atleta muito querido pelo elenco e próximo das principais lideranças do time. O goleiro de 36 anos poderia ser titular em cerca de 15 times da Série A, mas optou pelo Palmeiras, sendo reserva de um dos maiores da história do clube e escrevendo sua história com a camisa verde e branca. Dito isso, vejo que a renovação vem de forma natural e justa. Pelo que apurou o NP, clube e jogador estão satisfeitos e Lomba deve continuar para 2024.