Opinião: ‘Palmeiras e a chance que não se pode desperdiçar em um clássico’

Dérbi 'tem muita coisa em jogo' como definiu Abel Ferreira. Para o Verdão, triunfo na Arena Barueri significa praticamente colocar fim na chance do rival conseguir vaga no Paulistão

Palmeiras e Corinthians se enfrentam neste domingo (18), na Arena Barueri, no primeiro encontro entre eles na temporada. Enquanto o Alviverde lidera o grupo e tem classificação encaminhada na busca pelo tricampeonato estadual, o rival é lanterna da chave e ainda tenta uma vaga na fase de mata-mata nas rodadas finais da primeira fase.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Relacionadas

VEJA NO NOSSO PALESTRA
Após estreia em 2024 pelo Palmeiras, Endrick projeta Dérbi

A diferença entre os clubes neste início de 2024 se assemelha ao que tem acontecido entre eles recentemente. Desde a chegada de Abel Ferreira ao Brasil, foram 11 encontros, com seis vitórias, quatro empates e apenas um revés. Neste período, o Palmeiras venceu nove títulos contra nenhum do rival.

Abel ressaltou que o Dérbi “tem muita coisa em jogo” e a preparação do lado verde começou há duas rodadas, quando a comissão técnica escolheu preservar titulares no tour feito pelo ABC diante Santo André e São Bernardo. A escolha de olho no clássico mostra o quanto o treinador português aprendeu o que representa um Palmeiras e Corinthians, no melhor estilo Lima Duarte, no filme “Boleiros” (1998), escrito e dirigido pelo palmeirense Ugo Giorgetti.

O Palmeiras tem uma grande oportunidade neste domingo. A possibilidade de dificultar qualquer chance de classificação do rival, manter a boa sequência atual no Dérbi e manter a invencibilidade são pontos a favor do lado verde. Enquanto o estadual serve de preparação para o que vem pela frente, para o adversário é praticamente a única chance de comemorar algo relevante em todo o ano.

O Dérbi já reservou surpresas ao longo de quase 400 encontros em mais de um século, porém o Palmeiras de Abel Ferreira está ciente do campeonato à parte que será disputado logo mais e a chance que não pode ser desperdiçada.