Abel avalia Palmeiras como protagonista no Dérbi, mas alerta: ‘Futebol penaliza quem não faz gol’

Treinador também destacou a falta de agressividade do time nas disputas de bola como fator fundamental para a derrota

Abel Ferreira concedeu entrevista coletiva após a derrota do Palmeiras para o Corinthians na Neo Química Arena, pelo Brasileirão. O treinador avaliou que, apesar do revés, seu time assumiu o papel de protagonista na partida por ter criado mais chances. Em contrapartida, ressaltou a falta de eficácia nas conclusões.

– O Palmeiras assumiu o jogo e foi protagonista, mas o que vale é o resultado. Finalizamos 16 vezes, 5 no gol. O adversário fez três e o futebol é isso. Eficácia e eficiência. E o jogo foi decidido por um lance individual – apontou.

Na sequência, ele elencou as oportunidades de gol do Verdão logo antes do lance que deu a vitória ao rival. Roger Guedes marcou na reta final da partida em seguida a chegas perigosas do ataque alviverde.

– A primeira parte foi equilibrada. Na segunda, antes do belo gol do adversário, tivemos quatro oportunidades. A mais flagrante, talvez a da trave, com o Veron. Teve o Luan, outra com o Veron, com o Deyverson. E futebol é isso. Futebol penaliza quem não faz gol -alertou.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

O técnico português ainda comentou sobre a falta de agressividade de seu equipe nas disputas de bola contra adversário. Para ele, o resultado poderia ter sido diferente não fosse a ausência de afinco em algumas jogadas.

– Há uma coisa que se chama agressividade competitiva. Há uma coisa que se chama casca. Há uma coisa que se chama experiência. E ela só se ganha jogando. O lance do gol impedido poderia ter sido parado com falta – explicou.

Com poucas chances de título no Brasileirão, a missão de Abel agora é classificar o Verdão para a final da Libertadores. O time vai a campo nesta terça-feira (25) às 21h30 (de Brasília), contra o Atlético-MG, no Mineirão. Depois do 0 a 0 no jogo de ida, basta um empate com gols para avançar.

LEIA MAIS