Felipe Melo prevê volta ao Palmeiras em janeiro e profetiza: ‘Estarei levantando nossa obsessão’

Depois de passar por cirurgia no tornozelo, volante manda recado: ‘Escutei algumas pessoas falarem que a temporada tinha acabado para mim, mas estão completamente equivocadas’

Felipe Melo deve estar de volta aos gramados antes do previsto. Em entrevista concedida ao podcast da Conmebol Libertadores, o volante se mostrou confiante quanto ao prazo de recuperação da grave lesão no tornozelo que sofreu diante do Vasco, em partida válida pela 20ª rodada do Brasileirão.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no 
Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!

– Deus tem me abençoado e as coisas estão andando até de maneira rápida. Escutei algumas pessoas falarem que a temporada tinha acabado para mim, mas estão completamente equivocadas. Em janeiro eu voltarei – destacou.

Depois da cirurgia, a previsão incial de retorno era de três a quatro meses, ou seja, entre fevereiro e março de 2021. No entanto, o camisa 30 deixou claro que quer estar à disposição do Verdão para uma eventual disputa da final da Libertadores da América, prevista para o dia 30 de janeiro, no Maracanã.

– É continuar fazendo o que estou a fazer, tendo um clube referência naquilo que faz. Em janeiro, estarei presente para ajudar os companheiros. E eu profetizo sempre na minha vida que estarei levantando a nossa obsessão, que é a taça Libertadores conseguir a nossa obsessão, que é a Libertadores — falou, atribuindo a gravidade da lesão a um milagre

– Poderia ser muito pior o que aconteceu comigo, poderia ter uma fratura exposta, ter danificado os ligamentos do joelho. Os médicos ficaram bem preocupados, mas o milagre começou ali de eu não ter tido uma fratura – finalizou.

Ainda sem poder contar com Felipe Melo, o Palmeiras pela frente o Athletico, neste sábado (28), às 17 horas (de Brasília), no Allianz Parque, pelo Brasileirão. Sexto colocado na tabela, o Verdão tenta se recuperar da derrota diante do Goiás" target="_blank">Goiás e entrar no G4 da competição.

LEIA MAIS