Felipe Melo sobre dificuldade ofensiva do Palmeiras: ‘Tem que perguntar para o treinador’

Após a derrota para o São Paulo, capitão do Verdão evita comentar a respeito da falta de repertório ofensivo da equipe

Fator determinante para a primeira derrota do Palmeiras diante do São Paulo no Allianz Parque, a falta de criatividade da equipe comandada por Vanderlei Luxemburgo foi pauta na entrevista concedida por Felipe Melo após o apito final.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram!

– Sobre a questão ofensiva, é o treinador que tem que responder. Sou apenas um comandado e minha opinião é irrelevante – disparou o capitão alviverde.

Quando questionado a respeito da sequência negativa do Verdão, que somou a segunda derrota consecutiva no Brasileirão neste sábado, o zagueiro isentou Luxa de qualquer responsabilidade.

– A gente tem que assumir a responsabilidade. Temos que ter vergonha na cara. Não adianta colocar culpa no treinador, não entra em campo. A culpa é nossa e deixamos a desejar. Vou pra casa, repensar e ver o que tenho que melhorar. É óbvio que temos que melhorar alguma coisa. Estamos num campeonato difícil, nada é de se jogar fora. Temos que melhorar – comentou.

Apesar de destacar a importância do elenco desempenhar mais dentro de campo, Felipe Melo deixou claro que é preciso ter calma.

– Disputamos dois títulos de pequena expressão e conseguimos vencer. Estamos no primeiro turno e nada é de se jogar fora. Libertadores estamos em primeiro. Mas temos que repensar e melhorar – finalizou.

Melhores momentos da partida:

LEIA MAIS