Mustafá Contursi, ex-presidente do Palmeiras, é intimado para depor sobre caso de cambismo

Durante operação contra cambistas, ingresso com nome do ex-dirigente foi apreendido

Mandatário do Palmeiras entre 1993 e 2005, Mustafá Contursi foi intimado pela polícia nessa terça-feira (18) para prestar depoimento sobre caso de cambismo. A informação foi divulgada pelo ‘Ge‘.

Como revelado pela ‘Folha de S.Paulo‘, durante operação no jogo contra o Athletico Paranaense, pela Libertadores, a polícia apreendeu ingressos que estavam com cambistas. Entre essas entradas, havia uma para a cadeira cativa de Mustafá, localizada no setor Central Oeste do Allianz Parque.

Relacionadas

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

A priori, a Delegacia de Polícia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), que comanda o inquérito policial, quer ouvir Mustafá não como investigado, mas parte no inquérito. O processo ainda está na fase inicial, ou seja, estão recolhendo depoimentos de outros conselheiros e funcionários do clube para entender como funciona o esquema de desvio e venda de ingressos.

Não é a primeira vez que Mustafá se envolve em polêmicas relacionadas a ingressos. Em 2017, ele foi acusado de repassar uma cota de ingressos da Crefisa para terceiros. Na época, Leila Pereira direcionava cerca de 70 entradas da patrocinadora ao ex-dirigente para que ele repassasse aos outros conselheiros e convidados.

Por conta da investigação de cambismo em 2022, a diretoria do Palmeiras mudou a distribuição de ingressos para os conselheiros. As regalias aos integrantes do Conselho foram suspensas. Antes da suspensão, os membros podiam comprar mais de um ingresso com 50% de desconto e outro pelo valor total.

LEIA MAIS:
Diante do Avaí, Marcos Rocha pode chegar ao centésimo jogo no Allianz Parque pelo Palmeiras
Abel Ferreira vai igualar número de jogos da segunda passagem de Felipão pelo Palmeiras
Palmeiras beira 80% de aproveitamento contra times da zona de rebaixamento do Brasileirão