Quantos pontos o Palmeiras teria com Henrique Ceifador?

Henrique Dourado apareceu para o Brasil em 2014. Após um belo campeonato paulista pela Portuguesa, o atacante foi contratado pelo Palmeiras e foi uns dos grandes nomes daquele terrível ano para o palmeirense. Apesar dos 16 gols marcados, Henrique não deixou muitas saudades na torcida, mas se destacou demais em um elenco muito fraco, e se não fosse ele e as suas ‘ceifadas’, provavelmente o Palmeiras teria sido rebaixado em 2014.

Mais esforçado do que talentoso, Henrique tinha (e ainda tem) uma qualidade que hoje faz falta ao elenco do Palmeiras: sabe bater pênalti como ninguém. Nunca se perderam tantas penalidades igual nesse Campeonato Brasileiro de 2017. Foram ao todo 76 penalidades marcadas e 26 defendidas ou desperdiçadas (34%) — e o Palmeiras contribui demais para essa estatística.

O Verdão teve 7 penalidades na competição; fez 4 e errou 3. A última, de Deyverson diante do Galo neste sábado, irritou muito a torcida. O time, que está há 13 pontos do líder, desperdiça pontos bestas pelo caminho, vê o líder também vacilar neste segundo turno, porém não dá pistas que vai conseguir brigar pelo título.

Henrique Dourado bateu 10 pênaltis neste ano, e fez todos. O Nosso Palestra fez as contas para o torcedor ver a importância de se ter alguém competente na marca do cal.

Na terceira rodada no Morumbi diante do São Paulo, Jean errou um pênalti quando o jogo estava 1 a 0 para os donos da casa: derrota por 2 a 0 e um ponto deixado pelo caminho.

Na rodada seguinte diante do Galo no Allianz Parque, pênalti para o Palmeiras. Willian pegou a bola, mas parou em Victor. Final de jogo, 0 a 0: mais dois pontos pelo caminho.

Sábado passado, frente o Atlético-MG, partida empatada em 1 a 1, e Deyverson teve a chance de colocar o Palmeiras na frente, mas Victor atuou mais uma vez: outros 2 pontos perdidos.

Claro que os gols não significam a certeza da vitória ou do empate, mas em um futebol nivelado como o nosso, a bola parada faz muita diferença.

Se tivesse marcado os três penais que errou, o Palmeiras teria 5 pontos a mais na tabela, estaria colado no Grêmio, e a distância para o Corinthians diminuiria para 8. Isso sem falar na Libertadores, quando o Verdão foi eliminado nos pênaltis para o Barcelona, errando duas cobranças e vendo o próprio Deyverson pedir para não bater.

O que está faltando na sua opinião, torcedor? Treino, colhão, comando? É inadmissível que, com o elenco que tem, o Palmeiras não possua um batedor oficial de pênalti. Foram gastos R$ 50 milhões com dois atacantes, e o Henrique Ceifador é o artilheiro do campeonato e do Brasil em 2017. Você gostaria de vê-lo de volta em 2018?

Comentário dos colunistas

Alex Muller:  “O Henrique Dourado é um dos melhores batedores de pênaltis do mundo na atualidade, mas a passagem dele pelo clube ainda não foi digerida por mim.”

Mauro Beting: “Fez o primeiro gol do Allianz Parque – que nos manteve na primeira divisão em 2014. Os gols que quase o fizeram artilheiro daquele ano foram essenciais para evitar a terceira queda. Desde então evoluiu tecnicamente. E desde Evair não vejo alguém no Brasil bater tão bem pênaltis.”