Após título com Palmeiras, Abel diz que precisa descansar e quer ‘tempo para gastar dinheiro’

Treinador afirmou que decisão de seu futuro será pensada, sobretudo, em função de sua família

Abel Ferreira conquistou mais um título com o Palmeiras nesta quarta-feira (7) após o fim da última rodada do Campeonato Brasileiro. Após a confirmação da conquista, o treinador falou a respeito de seu futuro no clube.

O treinador recebeu proposta milionária do Al Saad e afirmou que ainda precisará pensar sobre seu próximo passo. Ele ainda ressaltou, diferentemente de outras ocasiões em que teve a possibilidade de sair, dessa vez terá que pensar sobretudo em sua família.

Relacionadas

– Só de pensar que dia 5 temos que estar aqui e competir no dia 17… Eu tenho que pensar muito bem. A decisão, ao contrário dos últimos anos, que ela foi tomada por mim… Chegou o momento de dar tempo para a minha família. Sou eu que vou decidir, mas vou decidir o que for melhor para a minha família.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Além de tempo com sua família, o técnico do Verdão destacou a necessidade de descansar depois do desgaste desta temporada. Após as férias, o Alviverde volta a competir no dia 17 de janeiro, pelo Paulistão.

– Eu preciso descansar. Muito sinceramente, competir no dia 17… Sei o que me aconteceu quando ganhei a primeira Libertadores. Vou fazer o que sempre fiz. Vou pra casa, vou descansar.

VEJA NO NOSSO PALESTRA
Confira gol marcado por Endrick em vitória do Palmeiras sobre Cruzeiro

Por fim, o português comentou a questão salarial em função da oferta de altas cifras do clube árabe. De acordo com Abel, o dinheiro não é um problema no Palmeiras, mas sim o tempo disponível para gastá-lo.

– Nunca foi questão de dinheiro. Se não teria saído há 2 meses atrás. Eu tenho um bom contrato aqui, não posso dizer o contrário. Mas quero ter tempo para gastar o meu dinheiro.

Com o título brasileiro, o treinador chegou a sua nona conquista no comando do Verdão. São dois Brasileiros, duas Libertadores, dois Paulistas, uma Copa do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e uma Supercopa do Brasil.