Campeão da Copinha pelo Palmeiras, Mateus se inspira em Weverton e vê empréstimo com bons olhos

Jovem goleiro sabe que a concorrência é forte entre os profissionais e disse não ter pressa

Titular do Palmeiras na conquista inédita da Copinha, o goleiro Mateus concedeu entrevista à Gazeta Esportiva e falou sobre o fim das provocações dos rivais, deixando claro que o título era apenas uma questão de tempo por conta do alto nível desempenhado pelo Verdão na categoria.

– Uma competição desse tamanho, ainda mais quando é inédito, é algo único. Sem contar que tem todas aquelas coisas dos rivais, porque o Palmeiras sempre foi um time campeão e vencedor na base. Como não tinha o título da principal competição de base, era motivo de chacota. Mas a gente tinha a cabeça no lugar, porque sabia que ia dar certo. De título em título, uma hora ia chegar – disse.

Relacionadas

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

O jovem goleiro sabe que terá dificuldade para ter oportunidades entre os profissionais do Alviverde. Weverton é o melhor da posição no país e Marcelo Lomba acabou de ser contratado. Vinícius Silvestre também estaria à frente em uma eventual disputa. Mateus não descarta um empréstimo para ganhar rodagem, tomando Weverton como inspiração.

– É algo normal da formação do jogador. No Palmeiras, 11 entram em campo, sendo apenas um goleiro. Se acontecer um empréstimo, vou ficar muito bem, sempre buscando aproveitar as oportunidades e aprendendo. O Weverton teve a sua formação no Corinthians e, depois, saiu para vários clubes, podendo jogar. Tem time até que pesquisei e não sabia que ele tinha jogado, como o Botafogo-SP. Rodou bastante até se firmar no Athletico-PR – lembrou.

Por fim, Mateus afirmou não ter pressa e enumerou os pontos que avalia ter que melhorar para se tornar um goleiro de elite.

– No profissional é um pouco diferente, ainda mais em uma Série A. Olhando para mim, com autocrítica, tenho alguns aspectos técnicos de defesa e jogo com os pés que tenho que melhorar. É raríssimo você ver um goleiro novinho jogando. Só com tempo de vivência irei me adaptar à mentalidade do profissional – concluiu.

Nascido em 2002, Mateus está no Palmeiras desde os 14 anos e tem contrato até outubro de 2023. Ele deve permanecer no elenco do sub-20 durante a temporada de 2022.

LEIA MAIS