Após prejuízo contra Ituano, Palmeiras se recupera financeiramente em Dérbi

Partida contra Corinthians, no último domingo (18), registrou renda líquida de mais de R$ 1 milhão

A partida do último domingo (18) entre Palmeiras e Corinthians registrou o maior público da história da Arena Barueri com 29.647 torcedores. Após ter uma renda de apenas R$ 34 mil na partida contra o Ituano, no dia 8 de fevereiro, o Verdão registrou uma renda líquida de R$ 1.055.877,56 no Dérbi, sendo R$ 1.557.484,00 de receitas e R$ 501.606,44 de despesas.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Relacionadas

VEJA NO NOSSO PALESTRA
Flaco López faz segundo gol do Palmeiras contra Corinthians

Apesar de boa, a renda líquida registrada na partida do último domingo (18), pelo Campeonato Paulista, foi menor do que a média registrada pelo Alviverde na temporada 2023. No ano passado, considerando os confrontos realizados no Allianz Parque, Morumbi e no estádio da grande São Paulo, o Palmeiras registrou uma renda líquida média no valor de R$ 1.767.296,80.

Para que os jogos pudessem ocorrer no estádio, a Crefipar, empresa responsável pela gestão da Arena Barueri, teve de atrasar as obras para a troca do gramado, que começariam nos próximos dias – o local, que hoje tem grama natural, passará a ter grama sintética. A reforma estava prevista para os primeiros meses deste ano, justamente porque não havia perspectiva de que o alviverde precisasse atuar tão cedo em Barueri.

A gestão da Arena Barueri não cobrou aluguel do Palmeiras nem qualquer despesa oriunda do estádio (iluminação e obras para melhoria do gramado, entre outras).

O Verdão voltará a atuar em Barueri no próximo sábado (24), contra o Mirassol enquanto aguarda o fim das obras no Allianz Parque. A WTorre, responsável pela gestão do estádio, segue realizando a troca do composto termoplástico pelo material orgânico de cortiça.