ESPECIAL NP: Funcionário de hotel em Abu Dhabi apaixona-se pelo Palmeiras durante Mundial

Torcedor conheceu ugandês que passou a gostar do Verdão pela festa nos Emirados e contou essa história ao NOSSO PALESTRA

O Palmeiras pode não ter conquistado o título do Mundial de Clubes, mas conquistou Abu Dhabi com a festa de sua torcida. A presença palmeirense chamou atenção do mundo todo e fez até um funcionário de hotel apaixonar-se pelo clube. O NOSSO PALESTRA conta a história de Ismael, de 24 anos, nascido em Uganda, que conheceu o torcedor João Pedro Campos e revelou seu apreço desenvolvido pelo Verdão durante o torneio.

João Pedro encontrou Ismael trabalhando em hotel em Abu Dhabi na segunda-feira (13), depois da derrota do Alviverde para o Chelsea na decisão do Mundial. Em meio à conversa, o ugandês contou que gostava muito da seleção brasileira, mas não conhecia muito os times do país.

Relacionadas

– Ele me perguntou se eu era jogador e falei que tinha ido apenas torcer pelo Palmeiras no Mundial. Ele me falou que gostava muito da Seleção, acompanhava os jogos. Contou os jogadores que ele gostava: Ronaldinho, Kaká e, atualmente, Neymar. Mas ele brincou que ele gostava das seleções mais antigas de 2002 e 2006 e não gostava muito da de hoje em comparação com aquelas – revela o palmeirense.

Conheça o canal do Nosso Palestra no Youtube! Clique aqui.
Siga o Nosso Palestra no Twitter e no Instagram / Ouça o NPCast!
Conheça e comente no Fórum do Nosso Palestra

Ismael, então, comentou com ele a respeito da invasão alviverde na cidade, que o tinha encantado. Além da animação do torcida, o ugandês falou da simpatia dos torcedores e explicou porque desenvolveu carinho pelo Palmeiras.

– Nos últimos dias recebemos muitos torcedores do Palmeiras. A maioria já foi embora, mas gostei muito de conhecer eles. Foram super simpáticos e me trataram muito bem. Depois de conhecer o pessoal muito animado, passei a torcer também, comecei a gostar do Palmeiras. Fiquei triste que não conseguimos ganhar.

Após o primeiro contato, João Pedro levou o funcionário para ver a coleção de camisas do Verdão que havia levado para os Emirados Árabes. O torcedor decidiu presenteá-lo com um manto e escolheu a edição de 2021, com a qual o Alviverde conquistou o bicampeonato da Libertadores, sobre o Flamengo.

A primeira reação de Ismael foi de muita surpresa e descrença com o presente. Posteriormente, ele aceitou e ficou muito grato com tamanha generosidade.

– Mexeu comigo, porque ele era muito simples. Quando falei que daria minha camisa para ele, vi que não entendeu direito. Percebi que ele achou que eu estava apenas mostrando a camisa. Falei: “Não, estou te dando”. Ele ficou sem reação e dizia que não podia aceitar. Depois não parou de me agradecer, disse que achou a camisa linda e iria usar com certeza – conta João Pedro.

Ismael e João Pedro em hotel em Abu Dhabi, Emirados Árabes (Foto: Divulgação/Twitter)

A dupla ainda voltou a se encontrar para tirar fotos de recordação e trocar últimas palavras. Ismael demonstrou gratidão imensa e verdadeira paixão pelo Verdão, diz João Pedro. O ugandês afirmou, inclusive, que faria sua família toda torcer para o Palmeiras pela festa impressionante vista durante o Mundial.

O palmeirense publicou pequeno relato da história no Twitter e a história viralizou, com muitas mensagens de carinho a Ismael. Antes de retornar ao Brasil, o torcedor contou para um colega de trabalho do funcionário a repercussão do caso e o quão especial tinha sido o encontro.

Embora sem a taça na bagagem, João Pedro Campos voltou ao país com algo muito maior. Ele teve a chance de sentir seu clube de coração ser amado do outro lado do mundo, mais do que pelo futebol em campo, pelo amor de sua gente. O Palmeiras é mundial, o Palmeiras é de todo mundo.

LEIA MAIS