A real perda de tempo

A real perda de tempo

Felipão ficou pistola com Moisés porque ele não ficou caído ganhando tempo no jogo que ganhava contra o Oeste, em Barueri. Numa partida em que o rival dele mais batia que jogava, registre-se, como Odinei Ribeiro registrou o pedido do treinador na narração do Premiere.

Não é legal fazer cera. Ou melhor. Não é bacana. Mas é do jogo. Desde Germânia x Mackenzie em 1902, o primeiro oficial no Brasil, no Parque Antárctica. Primeira partida da história do futebol pentacampeão mundial. Cinco vezes por jogar mais do que os outros.

E também não jogar mais do que os outros. O Brasil não está pior por causa da cera em Barueri. O Brasil não foi melhor por causa da cera em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Mas o Brasil gastará mais tempo ainda se isso for tema para debate e detona. Para perder o tempo que perdi neste post para falar algo que não precisa ser discutido.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.