O Palmeiras inicia sua pré-temporada com o elenco de 2018 praticamente pronto. Poucas são as mudanças que ainda podem pintar, seja na chegada ou na saída de alguns atletas. Fato é que o técnico Roger Machado já pode considerar algumas formações titulares, com a possibilidade de montar até dois times completamente fortes e diferentes sob um mesmo esquema.

Vou colocar abaixo algumas pranchetas com exemplos do que o novo técnico do Palmeiras pode fazer. Claro que eu quero que você concorde, discorde, troque uma peça ali, outra aqui e também faça a reflexão sobre qual seria o time mais próximo do ideal.

  • 4-2-3-1

PALMEIRAS 1

PALMEIRAS 2

*Vale considerar nessas formações as ausências dos reforços Weverton e Emerson Santos, do polivalente Jean, do experiente Michel Bastos, do marcador Thiago Santos e de Artur, Fernando e Hyoran, promessas ofensivas do clube.

  • 4-1-4-1

PALMEIRAS 3

PALMEIRAS 4

*Vale considerar nessas formações as ausências dos reforços Weverton e Emerson Santos, do polivalente Jean, do experiente Michel Bastos, do volante Bruno Henrique e de Artur, Fernando e Hyoran, promessas ofensivas do clube.

Essas são apenas quatro opções sob dois esquemas bastante utilizados por Roger Machado em seus trabalhos no Grêmio e no Atlético-MG. O interessante é que as opções não descartadas nas pranchetas têm condições de aparecer no primeiro ou no segundo time, seja pelo que prometem ou pelo que já apresentaram em algum momento da carreira.

Serão duas semanas de trabalho até a estreia diante do Santo André, no Paulistão, dentro do Allianz Parque, porém as opções são tantas que é inviável pensar na possibilidade de um time titular firmado logo na primeira rodada. A primeira fase do campeonato estadual será o laboratório de Roger Machado e o vestibular do elenco alviverde. A nota 10 dos experimentos só virá acompanhada de uma taça. Opções para alcançar o primeiro objetivo do clube na temporada não faltam.

Comente

comentários