O técnico Roger Machado, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do SC Corinthians P, durante partida válida pela final (volta), do Campeonato Paulista, Série A1, na Arena Allianz Parque.

Com imagens em câmera aberta do gramado, produzi um vídeo no qual é possível observar todos os movimentos da equipe de arbitragem da partida entre Palmeiras e Corinthians que protagonizou a marcação e a anulação de uma penalidade favorável ao Palmeiras.

De acordo com as imagens, Alberto Poletta Masseira, quinto árbitro da equipe, é quem parece pedir a anulação da penalidade com convicção, mesmo estando muito distante da jogada, o que é possível visualizar no vídeo em câmera aberta, e surgindo com a informação somente após quase dois minutos da infração, que na minha opinião não existiu, ter sido marcada.

O bom jornalismo exige questionamentos, investigação, observação e interpretação. Algumas perguntas surgem, como o motivo para o quinto árbitro demorar tanto a trazer a informação de que não havia infração e por qual motivo os três árbitros (quarto árbitro, juiz e bandeira) aparentemente desconsideraram sua decisão baseando-se no árbitro que mais distante da jogada estava.

É importante destacar que o Corinthians nada tem a ver com a confusão da arbitragem. Também é fundamental lembrar que penalidade não significa gol. Além disso, muito importante registrar que as imagens acima não provam qualquer interferência externa, mas exigem grandes esclarecimentos. A reportagem aguarda o posicionamento da arbitragem para entender o que ocorreu. No dia do jogo, a arbitragem preferiu permanecer calada.

 

Deixe um Comentário

Artigo anteriorÁrbitro de vidro: Palmeiras 0 x 1 Corinthians (3 x 4 pênaltis).
Próximo artigoErro não pode ser corrigido por erro ainda maior
Rodrigo Fragoso
24 anos. Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV. Com passagens pelo site Gazeta Esportiva, pelas rádios Nova Difusora de Osasco, Gazeta AM, Web Rádio Lusa, Web Rádio Verdão e como editor de vídeo na produtora Memória Magnética, atualmente é setorista do Palmeiras nos Canais Esporte Interativo e colunista do “Nosso Palestra”. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, do Panamericano de Toronto 2015 e das Olimpíadas 2016. Estudar sobre o que se escreve é fundamental para transmitir conteúdo.