Marco Osio: 'A situação na Itália é crítica e desesperadora'

Marco Osio: 'A situação na Itália é crítica e desesperadora'

(Foto: Arquivo pessoal)

Olá, amigos. Aqui a situação é crítica e desesperadora! Os hospitais de Parma estão em colapso e todos muito exaustos. Não há mais locais para terapia intensiva e de dez a 25 pessoas morrem por dia na cidade.

Passo meus dias trancado em casa assistindo TV ou lendo um livro. Saio algumas vezes para fazer compras ou passear com meu cachorro, mas perto de minha casa e, para sair, temos que preencher um formulário com uma justificativa. Caso passe alguma informação falsa, é como se tivesse cometido um crime.

Felizmente, não tenho amigos ou familiares que tenham contraído o vírus, mas algumas pessoas que eu conheci morreram. É uma tragédia, principalmente para os idosos.
Mesmo com toda essa gravidade, algumas pessoas ainda não entenderam a seriedade da coisa, são irresponsáveis. Tem gente se encontrando ou correndo no parque e isso não é nada bom.

Por outro lado, a maioria dos italianos tem consciência da necessidade de ficar em casa. Existe noites em que nos olhamos pela janela e cantamos todos juntos. Isso nos une em um momento tão particular. Pelas redes sociais, atores, cantores e esportistas ajudam na tentativa de animar os nossos dias.

Já o futebol, está preso em todas as frentes. A federação e a liga tentam encontrar datas para poder recomeçar e terminar o campeonato. Mas não tem como prever nada. Neste momento a saúde dos italianos é muito mais importante.
Um abraço a todos do Brasil e em especial aos palmeirenses. Tenham cuidado!

Marco Osio é ex-jogador de futebol com passagem pelo Palmeiras entre 1995 e 1996. Tem 54 anos e mora em Parma, na Itália.