Atrito com Mattos e agradecimentos para Paulo Nobre e Felipão; O adeus do ídolo Prass

Atrito com Mattos e agradecimentos para Paulo Nobre e Felipão; O adeus do ídolo Prass

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

A não renovação de Fernando Prass revoltou parte da torcida do Palmeiras, principalmente pela forma como o ídolo palmeirense foi tratado nesses últimos momentos defendendo a camisa 1 alviverde.

Em sua coletiva de despedida, Prass disse sair do clube sem nenhuma mágoa, porém deixou a entender nas entrelinhas que só existiu um culpado por sua não renovação e toda 'ingratidão' nesse último mês no Palmeiras.

Prass relembrou dos três grandes responsáveis por suas renovações nos seus sete anos de clube. Paulo Nobre em 2015, Galiotte em 2016 e Felipão em 2018.

Em respeito ao Palmeiras, o goleiro afirmou que só vai escutar proposta a partir de hoje. Ele foi bem claro que sua vontade era encerrar a carreira no Verdão, mas a estratégia de Mattos selou o o final de seu ciclo no clube.

Pra finalizar a entrevista, o ídolo máximo alviverde comentou toda a situação que envolveu Jaílson, Alexandre Mattos e a sua não renovação com o clube.

Prass sai do clube sem ter feito nenhuma partida 'oficial' de despedida. Seu último jogo com a camisa do Verdão foi contra o Vasco, em São Januário, no dia 6 de novembro.

Tags:
  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!