A mãe mais mãe que conheço no Palmeiras

A mãe mais mãe que conheço no Palmeiras

Mamma, obrigado por ser Palestra. Até porque toda a família veio da Itália. E a minha avó se chama Itália Roma. Não tinha como não ser. Ainda mais com o Babbo com quem você casou. Até frase ele tem no nosso estádio que tem uma sala com o nome dele.

Meu Amore, obrigado pelo coração da cor dos seus olhinhos e pela companhia sempre quando o Palmeiras mais precisa da sua confiança e carinho.

Mamães das estátuas desde o Junqueira e de todo os que jogaram pelo Palmeiras, obrigado por tudo e por todos. Vocês nos fizeram ser ainda mais do que somos desde que o amor uniu nossos pais. Desde que o Palmeiras nos uniu.

Mamães que fazem os filhos palestrinos, obrigado. Tenho dois maravilhosos exemplos do meu sangue.

Mamães que convertem e viram a casaca de outros filhos das mães, muito obrigado.

Mas hoje e sempre os parabéns são obrigados a Silvia Grecco, mãe do Nickollas.

É muito fácil levar o filho ao bom caminho (descer a Pompeia, vir pela Clélia, saltar na Barra Funda-Palmeiras, pegar o Lapa, parar na Caraíbas, correr pela Palestra, atravessar a Francisco Matarazzo, vir pelo corredor da Sumaré). É mais fácil ainda quando ele vê o verde. Ele revê o Verdão.

Mas contar ao pé do ouvido o que nos arrepia como a Silvia é coisa da mãe THE BEST. Tem até prêmio da Fifa para quem não crê e não sabe.

Mãe do Nickollas, obrigado por contar a nossa história. Obrigado por fazer parte dela.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.