A maior obsessão é o Palmeiras

A maior obsessão é o Palmeiras

( Foto:Fábio Menotti/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Nunca é fácil desistir de um grande sonho,mesmo quando essa desistência é apenas temporária.A desclassificação na Libertadores doeu,e ainda deve doer por um bom tempo,em cada um dos torcedores palmeirenses que oferecem o seu amor e o seu companheirismo simplesmente pelo fator de amarem esse clube.

Nesses 105 anos de Palmeiras muitos jogadores já passaram por aqui,alguns serão lembrados para sempre,outros não.Presidentes,diretores e patrocinadores também são transitórios.Os torcedores são eternos.Torcer para um time é mais do que um hobby, é um compromisso,assim como aquele assumido no momento da celebração de um casamento:até que a morte os separe.

É por todo esse amor,esse carinho,que a principal riqueza de um clube de futebol é a sua torcida.Torcida que canta e vibra,que acompanha na conquista de um grande título ou em um rebaixamento.Torcida que paga o ingresso mais caro do país e que contribuí de forma intensa para um programa de sócio torcedor muito bem sucedido.E que,por tudo isso,merece respeito e consideração.Merece comprometimento das pessoas que a representam.

Não há ser humano mais desconfiado no mundo do que um palmeirense.Contar vitória antes do apito final realmente não faz parte do contexto da torcida verde e branca. Apaixonados,que só "acreditam vendo",que torcem até o final mas que sempre esperam o momento certo para soltar o grito de "é campeão".Soberba,prepotência e arrogância nunca passaram por aqui.Não de fora para dentro.

E como o show não pode parar esses milhões de torcedores vão se levantar novamente, deixar a tempestade passar e continuar apoiando.Continuar vibrando e acreditando em dias melhores,independente do campeonato ou das decepções passadas e,simplesmente, por um único propósito:o amor ao Palmeiras!